(FOTO: Divulgação)

A cantora Gabily divulgou nesta quarta-feira (dia 8), o clipe de “Pega-Pega”, sua parceria com Nego do Borel.

“Pega Pega” tem uma melodia dançante e é do gênero brega funk, um ritmo que cada vez mais em alta no Brasil. A letra foi escrita pelos compositores Umberto Tavares e Jefferson Jr, enquanto a produção é do próprio Umberto e Mãozinha.

VEJA TAMBÉM: Conheça o bem-humorado “Funk do Açaí”, música que vem sendo destaque na parada viral do Spotify

Já o clipe com direção de Bruno Fioravanti responsável por vídeos de Ivete Sangalo, Fábio Júnior e Paula Fernandes. Confira abaixo:

Jojo Todynho defende Nego do Borel após polêmica do beijo gay em clipe

A cantora Jojo Maronttinni fez uma declaração em defesa do amigo Nego do Borel. Recentemente o cantor foi acusado de oportunismo por causa do clipe da canção Me Solta, onde vestido de mulher dá um beijo no modelo Jonathan Dobal. Numa entrevista para o programa TV Fama, nesta sexta-feira, dia 3, Jojo Todynho defendeu o funkeiro das acusações de que o artista queria apenas se aproveitar do movimento:

“Que as pessoas dizem que o Nego quis debochar com o personagem, mas eu não vi isso. Eu vi que ele quis mostrar que na comunidade tem todas as formas. Tem várias coisas, tudo acontece na Gaiola” afirmou Jojo Todynho.

Em relação às próprias críticas recebidas de que ela estaria se aproveitando do meio LGBT para promover seu recente single “Arrasou, Viado”, a cantora negou as acusações e relembrou de uma polêmica, na qual acabou usando a palavra ‘baitola’ como ofensa.

“O erro foi um babaquinha que vinha comentando várias coisas no Instagram de várias pessoas me chamou de feia. Aí eu virei e falei: ‘Você é baitola ou é só impressão?’ Mas eu não comentei com forma de ofender e sim para ele se libertar” explicou Jojo Todynho.

Jojo garante que não usou a palavra para tentar ofender: “Eu errei por ter usado a palavra, que é pejorativa, mas não foi de ofensa. Eu pedi desculpa, eu sou sujeita a errar.”