michael jackson
O cantor norte-americano Michael Jackson (FOTO: Reprodução)

“Bubbles”, a animação que mostraria a vida do astro Michael Jackson pela perspectiva de seu chimpanzé, foi cancelada.

O diretor Taika Waititi acabou suspendendo o projeto, por causa de outras prioridades profissionais. Desta forma, Netflix também resolveu desistir da animação. As informações são do site Deadline.

As apostas são de que o documentário “Leaving Neverland”, da HBO, influenciou na desistência tanto do diretor quanto da Netflix. O serviço de streaming havia desembolsado US$ 20 milhões na compra do argumento do filme no ano de 2017, no Festival de Cannes.

VEJA TAMBÉM: Kevinho se une a Snoop Dog e DJ Khaled no clipe de “One Love”

Outro ponto levantado é que o chimpanzé Bubbles, atualmente com 35 anos, pode ter sofrido agressão na casa de Michael Jackson. Uma denúncia indicando esta possibilidade foi feita no começo deste ano por Dame Jame Goodal, um dos mais prestigiados estudiosos em primatas. O profissional revelou que, em uma das visitas para examinar o animal, percebeu pistas de socos na cara do animal e chutes no estômago. A animação sobre Bubbles pode ter sido prejudicada por tal polêmica.

Recentemente a cantora Madonna e a atriz Barbra Streisand causaram grande repercussão ao assumirem uma posição de defesa de Michael Jackson nas acusações de pedofilia feitas contra o cantor.