O astro britânico Elton John (FOTO: Reprodução)

O lendário Elton John foi o tema de um dos melhores filmes de 2019 – o ator Taron Egerton o interpretou na biografia ‘Rocketman’. Agora, foi confirmado que o músico está pronto para dar aos fãs uma visão ainda mais profunda de sua louca vida. O novo documentário contará com muitas das partes deixadas de fora do filme.

Segundo a coluna Bizarre, do veículo The Sun, ‘The Pillars of Hercules’ (Os Pilares de Hércules, em tradução livre) – que é inspirada no nome do meio de Elton, Hércules – cobrirá eventos dos anos 70, incluindo filmagens nunca antes vistas dos bastidores do cantor e da falecida lenda dos Beatles, John Lennon.

O guitarrista de longa data de Elton, Davey Johnstone, trabalha no documentário há anos e espera agora fazer um acordo com a Netflix.

Uma fonte disse ao The Sun: “[O documentário apresenta] histórias dentro da banda Elton John que não foram mostradas em ‘Rocketman’. Davey tem o selo de aprovação de Elton e de seu marido, David Furnish”.

Elton John Guitarist Davey Johnstone on Their History, Final Tour - Rolling  Stone
Davey Johnstone e Elton John (FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Ken humano? Maquiador revela processo por trás do novo visual de The Weeknd

Davey já tinha colocado o documentário em espera durante seis anos, para evitar lançar em uma data muito próxima do filme ‘Rocketman’ e também com a última turnê de Elton, intitula ‘Farewell’ (ou ‘Adeus’, em português). Ele não queria que os fãs fossem inundados com novos conteúdos por medo que o excesso não “fizesse bem”.

Ele disse ao podcast ‘Greatest Music of All Time’: “Foi a decisão correta a se tomar, pois não queria atrapalhar esses projetos”. E completou em seguida: “Nada em excesso faz bem”.

“Tive uma conversa encantadora com David [Furnish] no outro dia, em que eles ficaram realmente felizes por eu estar avançando com o projeto.”

“Muito honestamente, eu nunca faria nada, especialmente de natureza documental, sobre qualquer coisa que fizemos, sem que eles estivessem de acordo com isso.”, explicou.

“Por isso, com este documentário, estamos agora mesmo tentando reunir todas as últimas coisas de que precisamos.”

“Há mais duas entrevistas que pretendemos obter e provavelmente teremos concluído todas as gravações até ao final de Janeiro. Depois iremos para a edição e estará finalizado até a Páscoa”.