miley cyrus
A cantora norte-americana Miley Cyrus (FOTO: Reprodução)

Ao contrário do que se esperava, Miley Cyrus decidiu não rebater os ataques de Nicki Minaj, que chegou a chamá-la de “galinha perdida” durante participação no programa “Queen Radio” na última sexta (dia 21). Já se passaram quatro dias desde o incidente e a cantora continua a manter grande silêncio sobre o assunto.

As críticas de Nicki Minaj foram bastante pesadas. “As galinhas perdidas nunca podem falar besteiras sobre rainhas. Ela me desrespeitou em um artigo de revista sem motivo. Eu a vi logo depois que ela chupou o p*u do Mike WiLL (Made It) no estúdio”, afirmou Nicki Minaj.

VEJA TAMBÉM: Apartamento de MC Mirella pega fogo e funkeira se desespera

O artigo mencionado por Nicki Minaj é de 2015. Na época, a rapper tinha reclamado sobre a falta de indicações de “Anaconda” para o VMA, e Miley Cyrus, que era a anfitriã da cerimônia, criticou a postura de Minaj em uma entrevista. “Se você quer discutir sobre racismo, há uma maneira de fazer isso. Não transforme isso sobre você. Diga ‘essa é a razão pela qual acho importante ser nomeada. Há garotas por todas as partes com esse tipo de corpo’”, disse ao The New York Times, “o que eu li soava muito Nicki Minaj, se você a conhece, sabe que ela não é muito gentil. Ela não é muito educada. Você não tem que começar essa guerra de popstar contra popstar. Tornou-se uma briga entre Nicki MInaj e Taylor Swift, então a história nem é sobre o que você queria que fosse”.