Nicki Minaj e o pai fizeram as pazes pouco antes de ele morrer, diz site

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com o tablóide britânico The Sun, Nicki Minaj havia se reconciliado com o pai, Robert Maraj, pouco antes dele morrer na semana passada. O pai da rapper foi atropelado em Long Island, no estado de Nova York, e não resistiu aos ferimentos.

No passado, Nicki chegou a criticar Robert Maraj publicamente. Em entrevistas, ela revelou que a mãe foi vítima de violência doméstica e contou que um dia o pai saiu de casa, abandonando a esposa e os filhos.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Robert Maraj e Nicki Minaj (FOTO: Reprodução)

“Lembro de quando a minha mãe permitia que o meu pai fosse violento com ela. Depois ela me contou como eu entrava na frente para protegê-la dele, com os meus braços abertos”, disse a rapper em 2018, durante uma entrevista. “Por isso desde pequena eu jurei que nenhum homem abusaria de mim, me xingaria ou me trataria daquela forma”, explicou.

Anos depois, Robert se pronunciou sobre as acusações e disse que a filha estava “exagerando”. A rapper, por sua vez, reagiu contando outros relatos. Mas nos últimos anos a relação dos dois melhorou e eles se reaproximaram.

Em entrevista recente, a dona do hit ‘Super Bass’ revelou que o pai tinha passado a frequentar uma igreja, buscado ajuda em clínicas de reabilitação e se livrado de seus vícios em drogas e bebidas alcoólicas.

“Ele foi para reabilitação e está limpo. Ele também tem ido à igreja, se salvou e está em uma nova vida. Ele está longe das drogas e não bota mais medo nas pessoas”, disse ela ao The Guardian.

Robert Maraj morreu aos 64 anos, vítima de um atropelamento. De acordo com o TMZ, que divulgou nota no último domingo (14), o motorita fugiu sem prestar socorro. A polícia de Nova York investiga o caso.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio