Britney Spears
A cantora norte-americana Britney Spears (FOTO: Reprodução)

Os problemas familiares de Britney Spears ganharam um novo capítulo nesta semana. Jamie Spears, pai da cantora, foi ao tribunal nesta quinta (dia 13) para depôr no processo movido contra Sam Lufti, polêmico empresário da cantora entre os anos de 2007 e 2008 acusado de drogá-la e incapacitá-la. No tribunal, o advogado do empresário chegou a pressionar Jamie a respeito dos detalhes de sua relação com a filha antes de ele vir a se tornar seu tutor em 2008. E a resposta do patriarca foi: “nossa relação sempre foi difícil”.

O advogado de Lufti pressionou mais uma vez Jamie e lhe perguntou se era verdade que ele não tinha nenhuma relação com Britney antes da tutela. Neste momento, o advogado da família Spears chegou a interromper o depoimento e afirmou que a pergunta não tinha relação com o processo (a família Spears pede por um prolongamento da ordem de restrição contra Sam Lufti).

VEJA TAMBÉM: Anitta agradece Madonna pela parceria em Faz Gostoso: “Obrigado por mudar minha vida”

Ele tentou me procurar, mas eu quero que ele deixe minha família em paz. Ele continua ligando para ver se podemos ‘consertar’ nossa relação, mas o que o Senhor Lufti estava fazendo não era um reparo. Ele é um predador”, afirmou o pai da Princesa do Pop.

As declarações foram divulgadas pela revista US Weekly. Uma fonte do veículo chegou a afirmar que Britney tem evoluído bastante desde que saiu da clínica psiquiátrica, porém a maior preocupação do pai da cantora é que o juiz coloque um fim “prematuro” na tutela. Jamie é o tutor de Britney Spears desde 2008, e recentemente entrou com uma ação judicial pedindo para ter controle de sua vida mais uma vez. Ainda segundo US Weekly, desde que Britney Spears abriu o processo em maio, a cantora recebeu alguns privilégios que não possuía antes. Jamie deixou que, por exemplo, Britney tivesse acesso total às suas contas nas redes sociais. Antes sempre tinha uma curadoria visando a “proteção da cantora”.