katy perry
A cantora norte-americana Katy Perry (FOTO: Reprodução)

Havia uma grande expectativa em torno da colaboração dos dois hitmakers Zedd e Katy Perry e o tamanho que poderia ter “365”. A canção porém não esteve a altura do que se esperava dela e tem grandes chances de se tornar irrelevante na carreira dos dois músicos.

A faixa não agradou ao público nos Estados Unidos: um detalhe importante é que a música continua há duas semanas fora da Billboard Hot 100, a principal parada de singles estadunidense. Após a estreia em 86º lugar há três semanas, “365” nunca mais apareceu no ranking das cem músicas mais bem-sucedidas entre os norte-americanos.

O fracasso em audiência não foi justificado por falta de investimento. Zedd e Katy Perry apresentaram em um grandioso clipe futurista, que alcançou incríveis 37 milhões de visualizações em um mês, colaborando para as execuções nas rádios estadunidenses. Mesmo com o desempenho discreto nas rádios no geral, o novo single da cantora aparece no Top 30 das estações pop dos Estados Unidos atualmente e no Top 40 das rádios de pop adulto. As rádios, porém, obviamente recebem verba das gravadoras para reproduzir as músicas e não refletem muitas vezes quais faixas são mais populares.

VEJA TAMBÉM: Selena Gomez e J Balvin se divertem numa cama gigante no clipe de “I Can’t get Enough”

“365” ainda amarga o fato de não aparecer na lista das 50 músicas mais ouvidas via streaming nos Estados Unidos nem no ranking das 50 mais baixadas no país. Dados de audiência recentes revelam que o single despencou para o 178º lugar no iTunes e permanece fora do Top 200 no Spotify. É um resultado fraquíssimo para uma música cujo lançamento foi tão recente, e que gerou tanta expectativa.

Recentemente, a Billboard sugeriu que a música talvez precise de mais algumas semanas para “pegar” entre os ouvintes do Estados Unidos. “Talvez o single precise de tempo para pegar nas rádios, gradualmente se torne um sucesso e mande Perry de volta para o nível mais alto da Hot 100. Ou talvez esse se torne um dos singles mais mal sucedidos da carreira dela. Para outros artistas pop, o baixo desempenho de um single entre álbuns não seria motivo de alarme. Mas, para Perry, a estreia baixa mantém uma tendência um pouco preocupante” afirmou a publicação.