michael jackson
O cantor norte-americano Michael Jackson (FOTO: Reprodução_

A câmara de oxigênio de Michael Jackson, onde o astro teria dormido com frequência, foi encontrada num container de transporte marítimo dez anos após a sua morte. As máquinas são normalmente utilizadas para acelerar o tempo de cura de queimaduras, mas há rumores de que a estrela tentou utilizá-la para retardar o processo de envelhecimento.

A máquina de Jackson foi rastreada no ano de 2019 até um armazém da Califórnia pelo DailyMailTV. O equipamento vem sendo utilizado numa empresa chamada Hyperbaric Modular Systems (HMS), especializada em tratamentos alternativos.

 Images of Jackson in an oxygen chamber first emerged in 1986
(FOTO: Reprodução Associated Press)

Adrian Garay, presidente e CEO da HMS, confirmou que Jackson tinha comprado a máquina em 1994, mas acrescentou que se uma pessoa tentasse dormir nela isto teria causado toxicidade de oxigênio no seu sangue.

As imagens de Jackson deitado na máquina surgiram pela primeira vez em 1986, dois anos depois de sofrer um acidente com fogo enquanto filmava um anúncio para a Pepsi. O acidente lhe deixou com queimaduras de segundo e terceiro grau.

Posteriormente Jackson se resolveu com a Pepsi num acordo fora do tribunal, recebendo 1,5 milhões de dólares como indenização pelos seus ferimentos. O astro doou o dinheiro ao Brotman Memorial Hospital na Califórnia, que criou o Michael Jackson Burn Center for Children e comprou a máquina.

VEJA TAMBÉM: Gusttavo Lima posa na mansão com Andressa Suita e anuncia novidade para o Dia dos Namorados

Jackson visitou posteriormente o hospital e foi fotografado deitado na câmara com os olhos fechados. As imagens causaram agitação quando foram vistas pelo público em geral, que não estava completamente familiarizado com o equipamento.

O National Enquirer, a revista que as publicou, afirmou que a máquina fazia parte de um hábito adotado por Jackson para se manter vivo por mais tempo.

 Jackson later called the rumours "stupid"
Credit: SPLASH NEWS

O astro informou na época: “Tirei várias e longas sonecas na câmara de oxigênio hiperbárica e quando acordei senti-me como uma nova pessoa – nunca me senti melhor”.

“Eu definitivamente quero uma para a minha casa, para poder dormir nela à noite. Preciso arranjar uma imediatamente. Quero viver para ver a paz mundial, um mundo sem fome, um mundo onde as crianças e toda a humanidade não conheçam sofrimento. Acredito que se eu tratar bem o meu corpo, viverei para ter pelo menos 150 anos”.

Posteriormente Michael comentou as afirmações da imprensa de que ele tinha tentado interromper o processo natural de envelhecimento: “Estúpido, isso é estúpido. É completamente inventado, e eu estou envergonhado”.

Mais tarde foi revelado que Jackson tinha divulgado as fotos para promover o Capitão Eo, um filme de ficção científica escrito por George Lucas e lançado no mesmo ano em que Jackson estrelou.

Michael Levine, um conhecido publicitário de Hollywood, confirmou que ajudou Jackson e o seu manager Frank DiLeo a plantar a história na imprensa.

“Em 1994, Michael manifestou interesse em ter a sua própria câmara pessoal”, disse Garay ao DailyMailTV. “Ele aproximou-se do Brotman Hospital e eles venderam a câmara que ele tinha doado ao Michael e foi instalada em Neverland [a casa de Jackon]”.

“Michael não dormiu na câmara, porque ao fazê-lo causaria toxicidade do oxigênio no corpo e teria morrido. Em vez disso ele provavelmente usou a câmara em casa durante uma ou duas horas de cada vez, por razões de saúde”.

 Jackson was thought to be trying to slow the ageing process
Credit: SPLASH NEWS

Ironicamente, 30 anos depois, os cientistas provaram que a câmara pode ajudar com o anti-envelhecimento. Estudos científicos descobriram que [o] tratamento ajuda a promover o crescimento de células mais velhas, retardando efetivamente o processo de envelhecimento. Por isso, talvez Michael tivesse razão, afinal. Garay confirma que a sua empresa adquiriu a câmara de Jackson há mais de 25 anos.

A HMS faz câmaras principalmente para o mundo médico, para instalações de mergulho ou operações de túneis e envia-as para todo o mundo. Existem cerca de 1.000 câmaras de oxigénio hiperbáricas nos EUA, das quais cerca de 750 são câmaras mono-locais ou de uma só pessoa como a de Jackson.

O modelo Sechrist 2500B de Jackson é agora obsoleto, tendo sido substituído por versões mais modernas.

 The machine had been purchased by a hospital to which Jackson had donated money
Credit: SPLASH NEWS