Freddie Mercury
O cantor zanzibense Farrokh Bulsara mais conhecido como Freddie Mercury (FOTO: Reprodução)

Quando o movimento punk surgiu na Inglaterra em 76, todas as atenções musicais se voltaram em cima desse novo evento e, a partir disso, algumas bandas já não pareciam ser tão empolgantes assim, começando a perder um pouco da visibilidade. Queen na época ainda era enorme e não se preocupava com o novo movimento. News of the World, um grande sucesso comercial e considerado o segundo maior clássico do grupo após A Night at the opera, estava sendo gravado na época nos estúdios Wessex, em Londres. Sex Pistols estava no mesmo dia no estúdio gravando seu álbum de estreia, o Never Mind The Bollocks. “Conseguem imaginar tudo aquilo de punk rock e anti-sistema debaixo do mesmo teto?”, dizia Freddie Mercury anos depois em uma entrevista quando foi perguntado sobre um incidente que aconteceu durante a gravações de ambos álbuns.

VEJA TAMBÉM: Irmã gêmea? Garota idêntica à Anitta viraliza na web e ganha milhares de seguidores

Todos os integrantes do Queen estavam juntos em uma sala detalhando o novo projeto, quando Sid Vicious, que tinha acabado de entrar nos Pistols, entrou do nada e questionou ironicamente: “Então você é Freddie Mercury? Quer dizer que você vai trazer o balé para as massas?”. O questionamento de Sid Vicious era uma brincadeira referente a uma entrevista dada por Freddie dias antes à NME, na qual dizia: “Sinto que nós temos que levar o balé para as massas” (Detalhe: a própria NME criticou absurdamente a postura de Freddie, colocando como título da matéria a seguinte pergunta: “Esse homem é imbecil?”). Freddie, completamente tranquilo, teria olhado para Vicious e perguntou: “Então você é o tal Simon Feracious?”, deixando o baixista nervoso. Mercury foi até Vicious e, olhando o modo em que o artista estava vestido dos pés à cabeça, perguntou: “O que você vai fazer? Vá se vestir melhor se for se olhar no espelho hoje, e vista outra coisa amanhã!”. Freddie o segurou pelo colarinho da jaqueta e o jogou para fora da sala. “Acho que sobrevivemos ao teste”, contou o vocalista tempos depois.

A situação foi relatada na 1ª parte do documentário “Queen: Days Of Our Lives”, de 2011. Confira o trecho do documentário em que os músicos falam sobre o caso: