ines brasil
A cantora e webcelebridade Inês Brasil (FOTO: Reprodução)

O Grammy de melhor artista brasileiro vai para…. Inês Brasil! Não, pera. Se fosse pelos brasileiros, de fato, a subcelebridade da internet teria ganhado. Em 2015, a página do grandiosíssimo evento da indústria musical no mundo, revelou pelo Facebook que os indicados seriam divulgados na semana seguinte e lançaram a pergunta: “Quem você acha que será nomeado?”.

Não teve outra oportunidade. Os brasileiros que já não gostam de causar, criaram a frase “INÊS BRASIL BEST BE NOMINATED”. O pequeno texto foi um dos comentários mais curtidos da publicação, seguidos por vários outros que colocavam a cantora, dançarina e candidata ao BBB, Inês Brasil, no topo das indicações ao prêmio em 2016.

Depois de toda essa repercussão, Inês foi parar no site oficial do Grammy. Antes de ser removida, ela chegou a alcançar o primeiro lugar na votação do Grammy Amplifier, com mais de 75 mil audições. Após isso, os brasileiros foram bloqueados da página do Grammy no Facebook. A mensagem “O link que você seguiu pode ter expirado, ou a página pode estar visível apenas para um público no qual você não está incluído” apareceu ao tentar acessá-la.

A página Grammy Amplifier, para esclarecer melhor, tinha o objetivo importante de divulgar novos artistas. Se o artista fosse um dos 25 mais compartilhados do site, ele poderia ser um dos três selecionados para ganhar uma sessão com um produtor ganhador do Grammy, um clipe gravado por um diretor famoso ou a chance de abrir o show de uma grande turnê ou festival.

O perfil de Inês Brasil foi tirado do ar, porém, outros artistas brasileiros como Wanessa, Anitta e Valesca também participaram do concurso e permaneceram até o final.

VEJA TAMBÉM: Vídeos sensuais de Anitta são publicados em site pornô

A web, claro, não perdeu tempo com os memes sobre o acontecimento:

Até montagem com o prêmio teve….