A legendária banda britânica The Beatles (FOTO: Reprodução)

Ozzy Osbourne é uma das maiores estrelas do rock que já existiu e, além disso, coleciona diversos momentos controversos e/ou marcantes em sua vida: drogas, prisões, experiências de quase morte e até seu próprio reality show na TV. Mas nada é capaz de superar o fato de que ele traçou o projeto do heavy metal com a banda Black Sabbath e desafiou as expectativas de uma carreira solo que foi um grande sucesso.

Ozzy Osbourne e Tony Iommi nos primeiros dias do Sabbath (Foto: Ellen Poppinga / K & K Redferns)

Ozzy falou sobre como foi sua experiência de prisão quando era adolescente em entrevista transcrita recentemente pelo portal de notícias “Louder”. O episódio ficou ainda mais detalhado no documentário “The Nine Lives of Ozzy Osbourne”, da “A&E Network”, quando Ozzy contou como invadiu a loja de sua vizinha, a Sra. Clark, por achar que assim ele seria aceito na gangue da região.

“Sim, eu invadi uma loja nos fundos da minha casa. Outros adolescentes voltaram-se para o crime e eu fiz o mesmo por um tempo, mas não era bom nisso. Eu não era um criminoso de carreira. Eu meio que queria ser pego, de certa forma, para ser aceito pelo resto dos bandidos da área. Eu não queria ir para a cadeia, mas foi onde acabei”, disse.  

“Quando você está na prisão, aquilo fica na porra da sua memória. Uma merda de hora em um desses lugares é tempo suficiente. Mas não fiquei muito tempo na prisão; cerca de um mês”, completou o lendário astro do rock.

Após sair da prisão, Ozzy decidiu seguir uma carreira na música. A decisão foi tomada quando ele ouviu os Beatles, que, na época, estavam no ápice do sucesso. “Put* que pariu, quero ser um Beatle”.

VEJA MAIS: Empresário se arrepende de festa na casa de Elba Ramalho: “Pedi desculpas”

Mais tarde, o astro passou por grandes problemas pessoais e ele pensou por um momento que tudo estava acabado. “Meu pai morreu há anos, em janeiro de 1977. Foi uma época muito triste para mim. Tudo começou a desmoronar ao mesmo tempo. Fui demitido do Black Sabbath, me divorciei da minha primeira esposa, convidei Randy Rhoads para tocar guitarra e ele morreu em um acidente aéreo, mas eu aguentei. Lembro-me de quando Randy morreu e pensei: ‘Isso acabou.’ Mas minha nova esposa Sharon disse: ‘Não é, p*rra! Randy não gostaria que você desistisse.’ Então eu continuei”, finalizou Ozzy.