Freddie Mercury
O cantor zanzibense Farrokh Bulsara mais conhecido como Freddie Mercury (FOTO: Reprodução)

Uma das páginas de fãs mais conhecidas do Queen e Freddie Mercury nas redes sociais, o perfil Freddie_Mrcry, compartilhou um vídeo recente em sua conta e expôs os pensamentos de Freddie sobre o racismo. A página de fãs lembrou a letra de ‘Spread The Word’ e, dessa forma, eles mostraram como poderia ser a abordagem de Freddie Mercury ao assassinato de George Floyd, se ele estivesse vivo hoje em dia.

Aqui está o que está escrito na legenda do vídeo de Freddie Mercury: “Em dedicação a George Floyd e a todos os outros negros que ainda estão sendo tratados de maneira diferente neste mundo. #blacklivesmatter⁣

VEJA TAMBÉM: Sexo a três, homens e mulheres: a vida sexual de Janis Joplin

Vou te dizer que não há preto nem branco. Sem sangue, sem mancha. Tudo o que precisamos é de uma visão mundial! Spr – Espalhe a palavra. Também é muito maravilhoso para mim que essa música tenha sido originalmente inspirada por Martin Luther King – um homem que defendeu os direitos dos negros e, infelizmente, perdeu a vida por causa disso. Mas ele era um herói e fez uma grande mudança. Vamos torcer para que o sonho de Martin Luther Kings aconteça plenamente um dia⁣”.

Um usuário do Instagram chamado konstantinos_moshonas fez o comentário mais curtido nesse post significativo:

“Isso é muito bonito, eu nunca tinha visto essa parte do jeito que eu vejo agora. Na verdade, isso me inspirou a espalhar uma mensagem através dessas músicas. Nós somos todos um. “