Os Mamonas Assassinas sabiam que avião iria cair? Descubra!

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Há exatos 25 anos, no dia 2 de março de 1996, os Mamonas Assassinas morreram, após um acidente de avião na região da Serra da Cantareira. Mas afinal, os meninos do grupo já sabiam que iriam morrer?

O motivo deste questionamento vem de uma frase dita por Júlio Rasec (1968-1996), tecladista do grupo. Durante um bate-papo com seu cabeleireiro e amigo, Nelson de Lima, no dia do acidente fatal. O material ganhou repercussão após ter sido exibido no Jornal Nacional, da Globo, e em outros programas de TV na época.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No vídeo, é possível ver Júlio fazendo piadas sobre mulheres portuguesas (o grupo iria a Portugal para realizar shows e entrevistas). Em seguida, o músico acena para a câmera e diz: “Tchau, pessoal. Eu vou embora”.

O barbeiro, por sua vez, desejou boa viagem, com isso, o tecladista disse: “Não sei, essa noite eu sonhei com um negócio… Assim, parecia que o avião caía. Não sei. Não sei o que quer dizer isso”.

VEJA MAIS: Românticos! Anitta e Lipe Ribeiro aproveitam viagem luxuosa em Punta Cana

No documentário MTV na Estrada – Mamonas Assassinas, há um trecho em que o cantor Dinho (1971-1996) brinca em frente ao avião qual eles viajariam:

“Esse avião quase caiu na selva amazônica porque quebrou o radar. Tenho uma boa e uma má notícia para você que vai voar com a gente, câmera man. Qual você quer primeiro? A boa é que eles consertaram. [A ruim é que] quebrou de novo. Ah, e o combustível não tá passando do reservatório para o tanque”, contou o vocalista, aos risos.

Confira:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio