Ozzy Osbourne
O músico britânico Ozzy Osbourne (FOTO: Reprodução)

Ozzy Osbourne acha que a pandemia do coronavírus pode impedi-lo de fazer outro show. O astro da música de 71 anos está desesperado para terminar seus shows do ‘No More Tours II‘, mas ele duvida que algum dia conseguirá por causa da crise de saúde.

Ozzy – que foi diagnosticado com doença de Parkinson em 2019 – disse: “Mesmo se eu pudesse, não poderia trabalhar por causa da porr* da pandemia. Se não controlarmos essa coisa, nunca faremos um show.

Ozzy está em casa em Los Angeles durante a pandemia, mas ainda tem medo de pegar a doença.

VEJA TAMBÉM: Rihanna debocha de Donald Trump com vídeo de flagra da esposa do presidente

Ele disse ao jornal Daily Star: “Eu estava sentado na cozinha e de repente comecei a suar frio e pensei: ‘Este é o primeiro sinal.’ Em 30 segundos eu estava tipo: ‘Estou com o coronavírus, vou morrer, minha família vai morrer e os cachorros vão acabar com tudo’.

Enquanto isso, Ozzy admitiu que está “se recuperando lentamente” dos problemas de saúde que encontrou em 2019.

O roqueiro do Black Sabbath sofreu uma queda, passou por uma cirurgia no pescoço e foi hospitalizado com gripe no ano passado – e em um estágio, ele estava “convencido” de que estava morrendo.

Ozzy Osbourne disse: “Não estou de volta aos 100 por cento. Estou cerca de 75 por cento lá, mas é uma recuperação muito lenta. Cirurgia na coluna é uma má notícia, cara. Estou em um estado muito ruim de dor; ainda estou com muita dor. Houve um ponto que eu estava convencido de que estava morrendo. Eu estava com tanto desconforto e dor e miséria. Achei que todos estivessem escondendo de mim.”