Ozzy Osbourne recebe a primeira dose da vacina contra o coronavírus

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ozzy Osbourne recebeu sua primeira dose da vacina contra o coronavírus no início desta semana. O lendário cantor do BLACK SABBATH revelou que recebeu a chance ao aparecer por videoconferência, ao lado de sua esposa Sharon, no talk show britânico “Loose Women“.

Ozzy, que fez 72 anos em dezembro, disse no “Loose Women” que tomou a vacina COVID-19 na quinta-feira e que o único efeito colateral que sofreu foi uma “dor no braço”. Ele acrescentou que estava “feliz” por tê-la recebido e “absolutamente aliviado” assim que a injeção foi administrada.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Observando que o vírus trouxe um “ar de ruína” para o mundo, Ozzy também falou sobre como se sentiu quando Sharon contraiu a doença. Ozzy explicou que estava “preocupado” com sua esposa, acrescentando: “É inevitável que você conheça alguém que já teve antes. Não há muito que eu pudesse fazer. Só esperei e rezei para que ela não ficasse realmente doente ou pior”, disse ele.

Ozzy passou a admitir que “lutaria” sem Sharon, dizendo que sua esposa e empresário eram sua “vida”. Alguns dias atrás, Ozzy disse durante um episódio de “Ozzy Speaks” no Ozzy’s Boneyard da SiriusXM, que estava planejando receber a vacina COVID-19 assim que pudesse. “Eu vejo assim: se eu não tomar a injeção e pegar o vírus, há uma boa chance de eu não estar aqui”, disse ele.

(FOTO: Reprodução ITV)

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Em novembro passado, Ozzy disse à revista GQ que sofre de uma doença respiratória que o coloca em um risco aumentado de pneumonia grave e resultados ruins se ele desenvolver COVID-19. “Estou com enfisema, então se eu pegar esse vírus, estou ferrado”, disse Ozzy Osbourne, referindo-se ao tipo de doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) que torna a respiração difícil e piora com o tempo.

Em julho passado, Ozzy disse que ainda “não tinha voltado aos 100 por cento” depois de sofrer vários problemas médicos em 2019, incluindo uma queda, cirurgia no pescoço e hospitalização para gripe. Ozzy também disse que estava ansioso para se apresentar novamente assim que recuperasse a saúde e a pandemia do coronavírus diminuísse.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio