A cantora maranhense Pabllo Vittar (FOTO: Reprodução)

A confusão foi armada! A drag queen Aretuza Lovi foi uma das cantoras a participarem nesta quinta (dia 30) do Festival do Orgulho Live com a missão de arrecadar doações para ONGs LGBTQIA afetadas pela crise do novo coronavírus. O problema é que no decorrer da sua transmissão patrocinada por uma marca de cervejas, a artista resolveu cantar uma das músicas mais famosas do seu repertório recente: I Love You Corote.

Foi então, que Pabllo Vittar, Pepita, Matheus Carrilho e Urias levantaram suas latinhas lembrando ao público a marca da bebida alcoólica que estava apoiando a live. Enquanto isso, Pepita mostrava uma aparente revolta com situação e Aretuza Lovi seguia cantando versos como ‘To em casa, bad forte. Vou sair, tomar um Corote”.

Vale lembrar que I Love You Corote contou com um grande lançamento feito por Aretuza Lovi ainda em janeiro. O clipe apresenta inclusive com a participação do ex-BBB Wagner Santiago. Será que não tinha como a drag mudar a letra pontualmente somente para esta performance na live?

VEJA TAMBÉM: Gusttavo Lima bebe demais e revela que passa horas “chupando periquita” da esposa