Pabllo Vittar
A cantora maranhense Pabllo Vittar (FOTO: Reprodução)

Convidada do Conversa com Bial desta quarta-feira (dia 21), Pabllo Vittar comentou as fake news compartilhadas a seu respeito nos últimos meses. Mais uma vez a cantora desmentiu os boatos de que sairia do Brasil, agora que Jair Bolsonaro foi eleito presidente.

“Meus amores, eu não vou sair do Brasil”, assegurou. “Nem o negro vai voltar pra senzala, nem a mulher para a cozinha, nem o gay para o armário”, afirmou a cantora. No bate-papo, Pabllo comentou que teme que durante o governo Bolsonaro aumentem os números de casos de violência contra LGBTs e lamentou os casos recentes divulgados pela mídia. “É muito triste quando você faz parte de uma comunidade e você vê seus irmãos morrendo“.

Durante a entrevista a drag queen explicou também porque deixou de namorar os fãs. “Desculpa, não fico mais com fãs. Uma vez a gente lá se beijando e ele pergunta: ‘Quando é que vai sair o próximo clipe?’ Perguntando sobre montação, sobre música, não dá.”

VEJA TAMBÉM: Lia Clark lança seu primeiro álbum em estúdio; escute “É da Pista”

Apesar da agenda intensa de compromissos, Pabllo confessou que está conhecendo uma pessoa. “Saindo do meu show, eu conheci uma pessoa e a gente nem beijou, nem nada”,contou. “Até falei com as minhas amigas: ‘acho que estou apaixonada’. Trocamos Whatsapp, ele me mandou uma música que tem uma mensagem que acho que é para mim”, continuou.

Questionada sobre o que continha na mensagem, a famosa abriu o jogo. “Pelo que eu entendi, ele queria o meu corpo seduzente total de prazer”, revelou. “Hoje, se ‘pá’ saindo daqui rola. Vamos ver. Torçam por mim”, pediu Pabllo Vittar à plateia.

A artista ainda comentou sobre bullying e o sonho de participar do Big Brother Brasil, onde acredita que daria “muito close”. Pabllo que trocou um selinho com o apresentador ainda cantou os seus singles recentes, lançados nos álbuns “Não Para Não” e no “Vai Passar Mal”.

Assista a entrevista abaixo:

Pabllo Vittar e Pedro Bial
(FOTO: Reprodução)