pabllo vittar
A cantora maranhense Pabllo Vittar (FOTO: Reprodução)

Sem mencionar qualquer nome, a cantora Pabllo Vittar fez uma crítica a este tipo de fala com teor transfóbico, feita por Marília Mendonça, a rainha da sofrência, que se apresentou no último sábado (8), a live Lado B. A drag queen não gostou nada da brincadeira feita pela famosa e das risadinhas dos músicos da banda.

A goiana e sua equipe vem sendo acusados por internautas, de cometer atitude transfóbica. A cantora já se pronunciou e até pediu desculpas pela ocorrido, mas parece que para alguns, isso não basta.

No Twitter, Pabllo escreveu que não existe graça no que viu. Ela postou: “O ano é 2020 e ainda tem gente que acha engraçado fazer piada transfóbica!”.

Veja o post abaixo:

Entretanto, os usuários da plataforma não gostaram muito do comentário de Pabllo Vittar. Teve quem defendeu Marília, dizendo que a cantora “já se retratou.”

Veja os comentários:

LEIA TAMBÉM: Marília Mendonça se pronuncia sobre acusações de transfobia: “Mil perdões”

A razão das queixas feitas por usuários do Twitter foi um trecho ao vivo, onde a sertaneja compartilhou com o público uma história sobre um de seus músicos, que frequentou uma boate LGBTQI+ em Goiânia. Logo em seguida, a cantora foi acusada de transfobia.

Na transmissão, Marília teria contado de maneira debochada, a história de um amigo que supostamente teria ficado com uma mulher trans em uma balada de Goiânia. “Será que era mulher mesmo?”, afirma um dos músicos de Marília no vídeo.

Veja o vídeo:

A cantora se pronunciou pela primeira vez após o ocorrido nesta segunda-feira (10). Através da rede social do Twitter, a sertaneja pediu desculpas. “Pessoal, aceito que fui errada e que preciso melhorar. Mil perdões, de todo o coração. Aprenderei com meus erros. Não me justificarei”, escreveu Marília.