A cantora maranhense Pabllo Vittar (FOTO: Reprodução)

Pabllo Vittar processou a empresa Serasa exigindo 120 mil reais de indenização. A cantora acusa a empresa de publicar ilustração nas redes sociais, insinuando uma dívida de 70 mil dólares (mais de 350 mil reais) da artista para a cantora Anitta. Ambas cantoras negam a dívida.

Os advogados de Pabllo afirmaram que Serasa se aproveitou da repercussão do áudio vazado na internet e criaram postagens para atrair nossos clientes, que pudesse contratar seus serviços.

A empresa postou a ilustração no Instagram dia 6 de agosto de 2019, com a seguinte frase: “Devendo 70 mil dólares para uma cantora?”.

Na legenda foi escrito: “Usou o cartão da amiga para pedir um jatinho e não conseguiu pagar? A solução está aqui: Serasa Limpa Nome”.

VEJA TAMBÉM: Babu põe o “bumbum pra jogo” ao som de Gloria Groove e viraliza na web

Não possui foto da Pabllo e da Anitta na ilustração, mas mostra através de desenho uma pessoa em meio a notas de dinheiro segurando um microfone.

Mesmo não tendo imagem da artista no conteúdo postado, o material faz associação com as especulações de dívida dela para Anitta, afirmam os advogados no tribunal.

A publicação recebeu comentários de seguidores, que logo entenderam a indireta da postagem.

“[Serasa] Está afirmando, de forma indireta e ardilosa, que o autor [Pabllo Vittar] está em dívida com a cantora. Ou seja: reforçando uma história mentirosa, queimando em praça pública o bom nome do autor, que por ser uma ‘drag queen’ já sofre toda sorte de preconceitos”, comentou o jurídico de Pabllo Vittar.

“A ré [Serasa] deveria ter mais responsabilidade ao postar em suas redes sociais! Quem lida com crédito não pode fazer esse tipo de ‘brincadeira’!”, afirmou.

Serasa não concorda com o processo

Os advogados da empresa processada contestaram que “a parte Autora não teve seu nome ou imagem vinculados à postagem” e que “não teve qualquer interesse em atingir a honra objetiva ou subjetiva de quaisquer pessoas”.

Segundo Serasa, a própria artista fez piada dos “US$ 70 mil” em cima do palco durante um show, a partir disso, mostra que Pabllo não teve sua honra abalada.

“De um lado, a parte autora [Pabllo] faz piada e humor com o episódio e, de outro, para beneficiar-se financeiramente, aduz que o post lhe causou enormes dissabores.”

Mesmo não concordando com Pabllo, a empresa pediu desculpas para ela através dos advogados da marca.

Anitta entra na discussão

Anitta também comprou a briga e ficou contra a empresa. A cantora comentou na publicação da imagem.

“Agradeço por lembrarem de mim e do meu trabalho. Mas acho muito triste fazer piada com um assunto que é o pesadelo diário de tantos brasileiros. Por mais que vocês respondam: ‘Não citamos seu nome’, a carapuça serviu. Ninguém aqui é idiota pra não saber a referência aos boatos envolvendo meu nome e de outra cantora [Pabllo]”, postou Anitta.

“Por favor, não façam mais isso”, finalizou a cantora.

As mesmas desculpas usadas para Pabllo Vittar, a empresa fez para a Anitta.

“Pedimos desculpas caso tenhamos causado algum desconforto, em nenhum momento esse foi nosso objetivo.”