Pabllo Vittar toma atitude após polêmica de racismo com Livinho e funkeiros

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos últimos dias, o modelo Gustavo Rocha e o youtuber Matheus Mazzafera foram acusados de racismo após uma fala envolvendo Livinho, Don Juan e MC Kevin – e Pabllo Vittar tomou uma atitude sobre isso.

Na fala supostamente racista, Gustavo falava sobre o tipo de homem que gosta: “Maloca, tatuado. Quanto mais estragado for, melhor. Para namorar, não. Mas o que eu sinto atração mesmo são sempre os maloca tatuado“.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

E logo após essa declaração, Matheus emendou: “Meu ex é loiro, branquinho. Eu pago a minha língua. Se fosse pra escolher, eu vou escolher alguém tipo o Livinho, tipo o Don Juan, Mc Kevin. Só que daí eu acabo namorando com o Luciano Hulk“.

Logo, o modelo concluiu: “Para namorar, não. Não é o meu estilo para namorar, mas eu sinto atração para dar uns pegas“. A web acusou que eles estivessem fetichizando os corpos negros ao mesmo tempo que não queriam assumir relacionamento com pessoas negras.

VEJA TAMBÉM: Ex de Biel culpa mãe do cantor por seu comportamento: “Sinto pelo que sua mãe fez com você com apenas 13 anos”

Segundo o fã-clube Pabllo Daily, Pabllo Vittar seguia Matheus Mazzafera e deu unfollow após as acusações se espalharem por toda web.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio