Pabllo Vittar
A cantora maranhense Pabllo Vittar (FOTO: Reprodução)

Um nome que é frequentemente citado nas notícias falsas que circulam na web é o de Pabllo Vittar. As informações que já foram compartilhadas nas redes sociais noticiavam de maneira indevida que a cantora recebeu dinheiro pela Lei Rouanet, que havia engravidado uma bailarina do Faustão e até que o Vaticano teria interesse em canonizar Pabllo Vittar.

VEJA TAMBÉM: Emicida, Criolo e Marcelo D2 fazem vídeo contra Jair Bolsonaro

Em parceria com a página “Quebrando o Tabu” a cantora maranhense esclareceu algumas fake news que viralizaram trazendo o seu nome. No vídeo, ela aproveita a oportunidade para pedir uma “fotinha mais bonita” no suposta nota de 50 reais que será lançada no Brasil com sua imagem. A cantora também esclarece de uma vez por todas se pretende sair do Brasil caso o candidato Jair Bolsonaro ganhe as eleições presidenciáveis.

Confira:

Pabllo Vittar afirma que não deixará o país caso Bolsonaro se torne presidente

Numa entrevista ao UOL, na terça-feira (dia 2), Pabllo Vittar comentou uma imagem que circula nas redes sociais que trazia a afirmação de que ela deixaria o país caso Bolsonaro ganhe a eleição. “Primeiramente eu não gosto nem de pensar na possibilidade de um candidato como esse ganhar, segundamente eu jamais iria deixar meu país” afirmou a cantora deixando claro portanto, que tal informação se trata de fake news.

Recentemente, a cantora também foi notícia, ao romper um contrato que tinha com uma marca de sapatos cujo proprietário é apoiador do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), candidato conhecido por declarações homofóbicas, misóginas e racistas.

VEJA TAMBÉM: “Se Deus quiser não vai acontecer” afirma IZA sobre Bolsonaro como presidente

“Uma pessoa apoia alguém que vai contra a minha história, minha vivência, por que eu vou usar o produto dessa pessoa? Não tem nexo, tenho que estar com as pessoas que são por mim.” Sobre os cidadãos LGBTs que declaram o voto no candidato do PSL, Pabllo sugeriu não conseguir entender tal ideia. “Mano, não sei o que passa na cabeça, já vi algumas pessoas e o que elas falam não tem nada a ver, é uma pessoa que vai contra toda a vivência. E não só da LGBTQIA+, contra as mulheres, as crianças, contra tudo, mano.”