Pai de Britney Spears cuidará dos bens da cantora até setembro de 2021

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O pai de Britney Spears, Jamie Spears se manterá na tutela de sua filha até 3 setembro de 2021. É o que diz o site norte-americano ET Online. A decisão judicial foi dada em uma audiência online com os pais da cantora, Jamie Spears e Lynne Spears, além do advogado Samuel Ingham.

O tribunal concordou em deixar a revisão da maneira de como Jamie lidou com o dinheiro de Britney, em 2019, para o ano que vem. A loira quer que o pai deixe de ser seu tutor para que ela volte a ter controle de sua vida.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Criador de série famosa DETONA participação de Justin Bieber: “Problemático”

Sem contato com a filha há meses, pai de Britney quer “posse” da mansão dela

O pai de Britney Spears disse que eles não se falam há quatro meses em meio a uma intensa batalha pela tutela de sua propriedade de 60 milhões de dólares. “Eu amo minha filha e sinto muito a falta dela”, disse Jamie Spears, de 68 anos, em entrevista à CNN nesta terça-feira (15).

“Quando um membro da família precisa de cuidados especiais e proteção, as famílias precisam se esforçar, como eu fiz nos últimos 12 anos, para salvaguardar, proteger e continuar a amar Britney incondicionalmente”, declarou Jamie, acrescentando que sua intenção é proteger a filha de pessoas que se aproximam da artista com “interesses egoístas”.

Conforme divulgado pelo jornal britânico Daily Mail, o pai da estrela pop vencedora do Grammy, de 39 anos, contou que manteve “boas relações” com a filha até que o advogado Samuel D. Ingham – que ele acredita ser o responsável pela falta de comunicação – tomou medidas legais para tirá-lo do papel principal da tutela.

Jamie Spears, pai de Britney (Foto: AFP Getty Images)

Ingham justificou ao Tribunal que Jaime Spears tratou mal os negócios da cantora de “Baby One More Time” quando contratou Michael Kane, da Miller Kaplan, para ser seu gerente de negócios, sem lhe dar a chance de ter qualquer opinião sobre a decisão.

Por outro lado, a advogada de Jaime, Vivian Lee Thoreen, respondeu que “teria sido um abandono da responsabilidade do Sr. Spears” não substituir seu ex-empresário, Lou Taylor. No que parece ser uma possível ingerência de Lou, o motivo dessa substituição, no entanto, não ficou totalmente claro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio