Pai de Britney Spears exige receber R$ 104 mil por mês por cuidar de tutela da filha

A cantora vive sob tutela desde 2008

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com novos documentos judiciais, Jamie Spears, pai de Britney Spears, insiste que seus “serviços” valem US $ 16 mil por mês, mais um US $ 2 mil adicionais para manter um escritório, no caso esse valor ficaria em aproximadamente R$ 104 mil. A notícia foi divulgada nesta terça-feira (30) pelo site Radar Online.

De acordo com os registros, Jamie solicita não apenas a aprovação de seus pagamentos, mas também a confirmação de que eles continuarão até que um juiz decida o contrário.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

“Falei regularmente com meu conselho da tutela para me manter informado sobre os assuntos do processo em andamento [da tutela], incluindo a revisão de todas as alegações apresentadas e a preparação e comparecimento a todas as audiências”, escreveu Jamie.

VEJA MAIS: Katy Perry surge de maiô pela primeira vez após dar à luz; confira!

Ele insiste: “Continuo a fazer o meu melhor para me manter atualizado em relação aos negócios de música, publicidade e entretenimento, nas áreas de investimentos financeiros e investimentos, e em questões jurídicas, para o benefício da Sra. Spears”.

O pai de Britney Spears ainda afirma ter trabalhado com sua equipe jurídica ao longo dos anos, bem como com seu novo tutor pessoal para “tratar e resolver questões” relativas à filha, que incluem “planos de viagem que são complicados e exigem planejamento avançado e detalhado para proteger a segurança e privacidade da Sra. Spears, bem como supervisionar e facilitar pagamentos e reembolsos… relacionados às despesas médicas da Sra. Spears”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio