britney spears
A cantora norte-americana Britney Spears (FOTO: Reprodução)

Britney Spears acredita que o seu pai entregou centenas de milhares de dólares ao seu antigo empresário sem uma boa razão. De acordo com os novos documentos legais obtidos pelo site TMZ, a empresa Tri Star Sports & Entertainment Group teria passado a representar Britney há mais de uma década, e recebeu 5 por cento de comissão sobre o seu rendimento bruto relacionado com entretenimento.

Isto obviamente significou muito dinheiro quando Britney estava a trabalhar ativamente porém acabou se tornando bastante dispendioso quando ela anunciou o seu “hiato de trabalho indefinido” no início de 2019.

De acordo com os documentos a empresa Tri Star enviou um e-mail ao pai de Britney, Jamie Spears, em novembro de 2019 e disse que queria permanecer no plano de comissão de 5 por cento, mas mantendo os ganhos mínimos anuais de 500 mil dólares.

(Reprodução Backgrid/TMZ)

Britney afirma que o seu pai aprovou este novo acordo sem tentar negociar cifras mais favoráveis, e ao fazê-lo lhe deixou sem saber dos 308.974,51 dólares que enviou à Tri Star pelos seus serviços em 2019. O valor convertido em reais seria o equivalente a um milhão e seiscentos mil na moeda brasileira.

VEJA TAMBÉM: Maior clipe de Michael Jackson quase foi destruído pelo cantor

A equipa jurídica de Britney considera que estes “novos acordos radicais” deram à Tri Star um aumento de 260% em relação ao montante que lhe seria entregue devido à resolução do acordo anterior. A cantora pretende apontar o pagamento de 309 mil dólares como excessivo e creditá-lo de volta à sua contabilidade.

Recentemente a Tri Star também se demitiu do cargo de gestora dos negócios da cantora no mês passado, e o pai da cantora Jamie Spears já contratou uma nova empresa. Tal fato vem criando outro grande racha no seu atual estado de tutela, e desempenhando um papel na decisão da Britney em tentar fazer com que o seu pai seja removido como seu tutor.