manu gavassi
A cantora paulistana Manu Gavassi (FOTO: Reprodução)

O jornalista Zé Luiz, do programa “Do Balacobaco 2.Zé”, da 89 FM, ficou ainda mais conhecido, por ser pai da cantora Manu Gavassi e a defender em diversos momentos, enquanto ela estava confinada no BBB 20. Em terceiro lugar no reality show, Zé diz não se incomodar com a fama de pai da artista.

O radialista, em entrevista ao UOL, falou sobre a experiência de ter se tornado um personagem do programa e revela os bastidores da aclamada estratégia de marketing idealizada por Manu nas redes sociais durante o reality.

Antes de entrar no programa, Manu que fazia sucesso para um público mais específico, enxergou a oportunidade ideal para ampliar seu público e assim alcançar novos espaços. Para isso, Manu, que foi uma das participantes convidadas para o grupo camarote, criou uma estratégia que dialogava com os momentos do programa. Vitória na prova do líder? Manu aparecia de coroa. Indicada ao paredão? Manu recrutava o exército de fadas sensatas. Assim foi exibida a última temporada de “Garota Errada”, uma série de vídeos autoral que já existia antes do “BBB 20”.

Manu Gavassi e o pai – Imagem: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Zé Luiz conta que os vídeos foram gravados super rápido, pois teve pouquíssimo tempo útil antes de Manu ser capturada pelo BBB. Em somente três dias ela elaborou o roteiro e em apenas um dia gravou todo o material com a ajuda de uma equipe enxuta, porém completamente eficiente, que precisava dar conta do desafio. O pai, óbvio, estava presente.

“[A estratégia] envolveu a família inteira, estávamos eu, Igor [o namorado de Manu Gavassi], amigos… Eram todos jogando confete! O pessoal acha que é uma estrutura bilionária, mas é supercaseira”, conta o pai.

Quando topou participar do “Big Brother”, Manu sabia que só entraria se conseguisse mostrar o conteúdo aqui fora. “Ela sempre foi uma artista que falava para um público específico e ela sabia que no ‘BBB’ a busca por ela cresceria.”

O conteúdo baseado na série “Garota Errada”, foi a ideia ideal para mostrar quem Manu era como artista. “Foi um golaço”, comemora Zé Luiz. “Ela gravou o dia inteiro, cerca de 12 horas. Tem também vídeo dela campeã [que não foi postado]. A gente ria para gravar. ‘Manu, você acha que vai chegar na final?’. E ela chegou”, celebra o pai e fã número 1 da filha, que já ultrapassa 14 milhões de seguidores no Instagram.

VEJA TAMBÉM: Irmã gêmea? Garota idêntica à Anitta viraliza na web e ganha milhares de seguidores

O jornalista ainda revelou que a equipe de gravação foi reduzida para evitar vazamentos, pois a estratégia dos vídeos foi escondida inclusive da Globo. “Foi com a confidencialidade de não deixar vazar antes dela entrar para não prejudicá-la. Vai que a Globo fala ‘não pode fazer conteúdo fora’. Agora todo mundo vai imitar”.

No dia em que a emissora foi buscá-la eu estava na casa dela. Ela encheu de post-its com os roteiros e, quando chegaram, arrancamos tudo da parede”, lembra.