Pai de MC Kevin diz que morte do filho foi causada por alucinação da droga

Foi realizado um exame toxicológico pelo Instituto Médico Legal (IML)

Publicado em 29/5/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Agnaldo Bueno, pai de MC Kevin, que faleceu no dia 16 após cair da varanda de um hotel na Barra da Tijuca no Rio de Janeiro, disse que a causa do acidente foi uma alucinação decorrente das drogas que o funkeiro consumiu.

“O pessoal tudo falou que ele se matou por causa da droga. Acredito eu também, desse pulo dele, salto dele da sacada lá, foi da alucinação por causa da droga sintética”, disse em entrevista ao “Domingo Espetacular”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um exame toxicológico realizado pelo Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro no cantor após sua morte, confirmou que ele havia usado droga. Relembre:

Segundo o laudo realizado por peritos da Polícia Civil, nesta sexta-feira (28), foi encontrada uma substância MDMA no sangue do artista, que reforça o que foi relatado por algumas testemunhas. No sangue, também foi apontado a presença de cafeína, em quantidade compatível com os energéticos que ele e os amigos ingeriram, aponta o G1.

“De acordo com as técnicas utilizadas, foi possível detectar no material analisado duas substâncias compatíveis com os padrões de cafeína e Metilenodioximetanfetamina (MDMA)”, diz o laudo.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

A Polícia Civil ainda afirmou que o laboratório de toxicologia não tem “metodologia para quantificação destas substâncias” e que, “portanto, não há elementos para afirmar se as mesmas foram utilizadas em doses usuais ou excessivas”.

Na última quinta-feira (27), outro lado confirmou que MC Kevin havia ingerido uma grande quantidade de álcool, e que a concentração encontrada foi de 13 decigramas por litro. E ela é o dobro (6 decigramas por litro de sangue) do índice que dá prisão aos motoristas flagrados.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio