pabllo vittar
A cantora maranhense Pabllo Vittar (FOTO: Reprodução)

A Global Pride – a celebração virtual do orgulho LGBT deste ano, acontecerá virtualmente 24 horas por dia em todo o mundo e vai destacar o movimento Black Lives Matter na sua programação, de acordo com um comunicado de imprensa feito na sexta-feira à tarde.

Devido ao cancelamento de muitas festividades presenciais do Orgulho este mês devido ao novo surto de coronavírus, a InterPride e outras organizações pretendem todas se reunir no Orgulho Global. As atrações de música, performances, discursos e mensagens de apoio, 24 horas por dia, será apresentada por Todrick Hall no seu canal YouTube, que será apresentada no dia 27 de Junho no canal YouTube da iHeart Radio e no site do Global Pride.

VEJA TAMBÉM: Katy Perry diz que filha mostrou dedo do meio em ultrassom: “Essa é a minha garota”

A Global Pride tem parceria com 500 organizações diferentes da Pride, que estão em processo de recebimento de conteúdos. Como o jornal Bay Area Reporter informou anteriormente, o San Francisco Pride anunciou, a 12 de Junho, que também procurará proporcionar um lugar de destaque para os LGBTQs negros num momento crítico nas relações raciais americanas.

Como mulher negra na comunidade LGBTQIA+, sinto que devemos enfrentar o racismo e a violência sistêmica que os meus irmãos negros, irmãs e irmãos não binários enfrentam, na cultura geral e dentro da comunidade LGBQIA+”. Não consegui pensar numa plataforma maior do que a Global Pride para o fazer“, afirmou Natalie Thompson, co-presidente do comitê organizador da Global Pride, no comunicado de imprensa de sexta-feira.

“Tenho orgulho em trabalhar ao lado de tantos colegas de todo o mundo. A nossa comunidade sabe bem que temos de enfrentar o ódio e o preconceito de frente. Temos assistido a uma epidemia de violência contra pessoas de cor trans – na sua maioria mulheres – na última década e esta discussão mais alargada tem de ser inclusiva e abrangente. All Black Lives Matter”, acrescentou Thompson.

O alinhamento anunciado na sexta-feira inclui tanto figuras políticas como personalidades do entretenimento. Entre as figuras políticas que irão intervir como parte da Global Pride está o antigo Vice-Presidente Joseph R. Biden Jr., que é o possível candidato presidencial do Partido Democrata.

Em 2012, Biden tornou-se o mais alto funcionário dos EUA a apoiar os direitos matrimoniais de pessoas do mesmo sexo, pressionando o seu chefe, então Presidente Barack Obama, a declarar o seu apoio pouco depois. Tal como já noticiado este ano, Biden emitiu uma declaração em reconhecimento do Mês do Orgulho LGBT, enquanto o Presidente Donald Trump, seu opositor republicano, não o fez.

Outros oradores incluem a Presidente da Câmara Nancy Pelosi (D-San Francisco); o Primeiro-Ministro canadiano Justin Trudeau; o Presidente islandês Guðni Jóhannesson; e Leo Varadkar, um homossexual que é o Primeiro-Ministro da Irlanda.

Os artistas agendados para atuar passam de LGBT propriamente ditos, a aliados vocais, a músicos cuja música é popular na cultura LGBT.

Entre os artistas agendados estarão Adam Lambert, Laverne Cox, Kesha, Rita Ora, The Village People, Mel C, Leann Rimes, Pussy Riot, Calum Scott, Natasha Bedingfield, Thelma Houston, Martha Wash, Olivia Newton-John e Mary Lambert.

Actor and director Todrick Hall, left, is part of the Global Pride livestream event June 27, along with actor Laverne Cox and singer Adam Lambert. Photos: Hall, courtesy IMDb; Cox, courtesy CalPerformances.org; Lambert, courtesy Biography.com
(FOTO: Reprodução)

Michelle Meow, antiga presidente da direcção da San Francisco Pride e actual produtora executiva da Global Pride, afirmou no comunicado que a forma como o evento se está a realizar faz lembrar o movimento dos direitos dos LGBT, apesar de a tecnologia ter mudado.

Há 50 anos, organizações de base reuniram-se para planear o primeiro Dia da Libertação Gay que mudou o mundo, incluindo as Filhas de Bilitis, a Frente de Libertação Gay, a Mattachine Society e a Lavender Menace”, afirmou Meow. “A produção do Orgulho Global foi planeada da mesma forma popular, mas com uma reviravolta tecnológica do século XXI. As pessoas LGBTQIA+ de todo o mundo irão juntar-se praticamente durante esta crise de injustiça racial e de pandemia”.

CONFIRA AS PARTICIPAÇÕES CONFIRMADAS:

Figuras Públicas:

  • Carlos Alvarado Quesada, President of Costa Rica
  • Xavier Bettel, Prime Minister of Luxembourg
  • Joe Biden, former Vice President  of the USA
  • Helena Dalli, European Commissioner for Equality
  • Guoni Johannesson, President of Iceland
  • Sadiq Khan, Mayor of London, UK
  • Ann Linde, Foreign Minister, Sweden
  • Victor Madrigal-Borloz, United Nations
  • Prince Manvendra Singh Gohil, India
  • Erna Solberg, Prime Minister, Norway
  • Justin Trudeau, Prime Minister, Canada
  • Leo Varadkar, Taoiseach of Ireland

Artistas:

  • Courtney Act
  • Natasha Bedingfield
  • BETTY
  • Betty Who
  • Bright Light Bright Light
  • Melanie C
  • Deborah Cox
  • Laverne Cox
  • Daya
  • Stephen Fry
  • Tom Goss
  • Steve Grand
  • Todrick Hall
  • Thelma Houston
  • Erika Jayne
  • Leslie Jorden
  • Jordy
  • KEiiNO
  • Kesha
  • Adam Lambert
  • Mary Lambert
  • Max
  • Ava Max
  • Olivia Newton John
  • Peaches
  • Pussy Riot
  • Pussycat Dolls
  • Rita Ora
  • Kate Pierson
  • Bebe Rexha
  • Leann Rimes
  • Rachel Sage
  • Fred Schneider
  • Calum Scott
  • Jake Shears
  • Lucy Spraggan
  • Russell Tovey
  • Village People
  • VINCINT
  • Pabllo Vittar
  • Kristine W
  • Martha Wash
  • Conchita Wurst