Participações de Madonna, Normani e Lil Nas X no VMA geram polêmica

Órgão regulador da TV dos Estados Unidos recebeu reclamações

Publicado em 19/09/2021 19:37
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Madonna, Normani e Lil Nas X irritaram conservadores estadunidenses durante participação no VMA 2021. Diversas pessoas enviaram reclamações envolvendo os artistas para a Comissão Federal de Comunicações (FCC), órgão regulador da TV e rádio dos Estados Unidos.

De acordo com o site TMZ, as reclamações vieram de diferentes partes do país e apontam que algumas performances e aparições foram consideradas “inapropriadas” para o horário.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das performances que mais recebeu reclamações foi a de Normani, que cantou “Wild Side”. Ao final, a cantora protagonizou cenas quentes com Teyana Taylor.

Esse programa foi ao ar às 21h, nossas crianças estavam conosco assistindo TV. Nós tivemos que fazer eles saírem da sala durante essa cerimônia pornô”, dizia uma das reclamações.

Outra reclamação acusa Normani de simular e glamorizar sexo, bondage e estupro. “Jamais deveria ser permitido estar em qualquer programa de TV”, diz.

Além disso, uma pessoa reclamou ao FCC que Madonna parecia bêbada no começo do VMA e se vestiu com roupas sexualmente explícitas. A pessoa diz que MTV deveria ter exibido um alerta sobre o programa ser inapropriado para crianças.

Lil Nas X também virou alvo de reclamações por conta de sua performance sensual. O caso do rapper, no entanto, vai um pouco além: o reclamante pede indenização de um milhão de dólares. Entre outras coisas, ele afirma que não gostou de Lil Nas X “ter celebrado sua agenda gay após a performance”.

Madonna libera trailer do filme da “Madame X Tour”

Madonna está pronta para estrear o registro oficial da turnê “Madame X”. Após exibir no VMA 2021, a estrela pop de 63 anos finalmente liberou em seu canal do YouTube o trailer de seu próximo documentário musical.

A maratona de shows intimistas aconteceu entre Setembro de 2019 e Março de 2020 e foi para divulgar seu álbum de estúdio Madame X, lançado em 2019. No final do ano, a Billboard anunciou que a turnê arrecadou quase $ 40 milhões de dólares, tornando-se a 9ª mais bem-sucedida de 2020.

“Compartilhar minha visão com públicos globais tem sido profundamente significativo para mim. A oportunidade de levar sua mensagem e a arte incandescente de todos os envolvidos a um público ainda mais amplo chega em um momento em que a música é tão necessária para nos lembrar do vínculo sagrado de nossa humanidade compartilhada”, disse Madonna em um comunicado.

O documentário musical de Madonna estreia no serviço de streaming Paramount+ em 8 de outubro. Confira o trailer:

CONFIRA MAIS: Filha de Kurt Cobain ironiza acusações feitas pelo “bebê de Nevermind”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio