Paul McCartney diz que se “automedicou” após a separação dos Beatles

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Durante os últimos anos de grupo, os Beatles foram marcados por rumores de uma separação até 1969, quando John Lennon informou a seus companheiros que estava deixando a banda.

No entanto, nenhum anúncio público foi feito até 1970, quando Paul McCartney decidiu sair da banda antes mesmo do próprio John Lennon oficializar a decisão.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em uma entrevista ao MOJO, Paul falou sobre a música Happy With You, escrita dedicada a esse momento. Elea descreveu como “sincera”.

Ele conta que “se auto-medicou” para superou mais facilmente o difícil fim dos Beatles.

VEJA TAMBÉM: Mãe do Cazuza anuncia que ONG de assistência a pessoas soropositivas fechará

“Eu estava chateado e no meio de toda essa m*rda, alguém ainda iria tirar cada centavo que nós já ganhamos”, disse.

Ele continuou: “Isso não foi fácil e me levou a um período muito difícil na minha vida”.

“Definitivamente, me automediquei na época e bebi como nunca havia bebido e provavelmente mais do que bebi desde então. Mas você supera isso”.

Dez anos após o fim da banda, John Lennon – que foi o primeiro a ter a ideia de pôr um ponto final no Fab4 -, morreu. Desde então, Paul McCartney em carreira solo já lançou 25 álbuns de estúdio e tem mais de 110 singles.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio