Paulo Gustavo defendeu Ludmilla em escândalo de racismo; saiba detalhes!

Humorista faleceu aos 42 anos por complicações da Covid-19

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em 2019, durante prêmio Multishow de Música, Ludmilla recebeu o prêmio de Melhor Cantora daquele ano, contudo, foi vaiada pela plateia. Na ocasião, Paulo Gustavo, que faleceu no último dia 4, por complicações da Covid-19, defendeu a cantora: “Eu sou seu fã. Você que nasceu aqui nesse país mulher, negra, gay, na periferia… Um país extremamente racista, homofóbico, chegar onde você chegou não é para qualquer um”, disse o humorista na época.

VEJA MAIS: Membro do BTS doa quase MEIO MILHÃO para crianças carentes!

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Ludmilla relembrou o momento e publicou o vídeo, com a legenda: “Quanta tristeza. Paulo marcou um dos dias mais importantes da minha vida, e esse recado que ele deixou pra mim vai ficar guardado pra sempre no meu coração. Meus imensos sentimentos à toda a família. Muitíssimo obrigada por tanto Paulo, descanse em paz meu amigo”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio