maroon 5
O cantor norte-americano Adam Levine (FOTO: Divulgação)

A música “Girls Like You” pode até ter alcançado o topo das paradas nos Estados Unidos mas, pelo jeito não agradou todo mundo. A canção da banda Maroon 5 em parceria com Cardi B, foi eleita pela revista TIME como uma das dez piores faixas lançadas neste ano.

Claro, a beleza da arte está nos olhos – ou nos ouvidos – do observador. Mas esses estranhos equívocos fizeram questionar a verdadeira subjetividade da forma de arte. De faixas dançantes oportunistas a derivados do rock e grandes hits, aqui estão as músicas que nos fizeram mudar de canal (ou, mais provavelmente, pular para frente em nossas playlists) este ano”, explicou a revista.

Completam o ranking, a canção “Let Me”, faixa que abre o novo álbum do britânico Zayn e também a polêmica música “FEFE” que marca a parceria de Nicki Minaj com o rapper 6ix9ine, que vale lembrar, foi preso recentemente e chegou a ser acusado de pedofilia neste ano. 

Confira o ranking completo:

01. Post Malone – Psycho (feat. Ty Dolla $ign)
02. 6ix9ine – FEFE (feat. Nicki Minaj & Murda Beats)
03. Bella Thorne – B*TCH, I’M BELLA THORNE
04. Justin Timberlake – The Hard Stuff
05. Maroon 5 – Girls Like You (feat. Cardi B)
06. Zayn – Let Me
07. DJ Snake – Taki-Taki (with Selena Gomez, Cardi B & Ozuna)
08. Kanye West & Lil Pump – I Love It
09. Greta Van Fleet – Lover, Leaver
10. Eminem – Fall

Como o Maroon 5 conseguiu todas aquelas mulheres incríveis no clipe de Girls Like You?

David Dobkin, o diretor do mais recente clipe do Maroon 5, deu uma entrevista onde revelou como foi filmar o badalado projeto. O diretor de “Girls Like You” que também é o responsável por “Sugar” (um dos dez clipes mais vistos do Youtube), contou alguns detalhes importantes sobre o conceito feminista do novo vídeo.

“Eu conheço o Adam desde 2001 e ele já veio conversar comigo sobre canções e clipes uma porção de vezes. Esta era a minha canção favorita do álbum e eu fiquei realmente apaixonado por ela. Quando soube que ela seria o terceiro clipe do álbum, fiquei tipo, eu preciso dirigi-lo. Eu sentia que o clipe poderia ser sobre todas as mulheres. Então eu disse a ele: ‘Por que você não faz o vídeo e me deixa fazer uma montagem durante toda a história?” explicou.

O diretor então comentou que o conceito dos giros da câmera surgiu justamente para dar espaço a cada uma das diferentes mulheres cantando a música e que o clipe levou cinco meses para ficar pronto pois eles não podiam sair do estúdio em Los Angeles e moverem os equipamentos até cada uma das mulheres do vídeo.

Na entrevista Dobkin também revelou como eles convenceram tantas figuras de prestígio a aparecer no vídeo.

“Enquanto Jennifer Lopez foi a primeira a topar, Ellen Degeneres apareceu logo no primeiro dia de filmagens e foi a primeira pessoa a dar apoio ao projeto” revelou. “Após Ellen nós escrevemos cartas personalizadas para cada uma delas e assim nós cuidadosamente selecionamos o grupo. Esta é uma lista de mulheres por quem nós somos realmente inspirados” explicou. “Honestamente, nós fizemos o convite e todas estas mulheres apareceram”.