Nicki Minaj
A rapper norte-americano Nicki Minaj (FOTO: Divulgação)

Com direito a muita polêmica, a rapper Nicki Minaj conquistou mais um Top 5 na sua carreira nesta segunda-feira (dia 30). Seu atual single “FEFE”, parceria com o rapper 6ix9ine, foi a estreia mais bem-sucedida da semana emplacando direto no 4º lugar da principal parada norte-americana de singles, o Hot 100 da Billboard.

A conquista da artista é cercada de polêmica pois sua colaboração veio a acontecer com o contraditório rapper 6ix9ine, músico que já chegou a se confessar culpado em um caso de pedofilia. Um colunista da revista Forbes chegou a publicar um artigo com críticas duras a Nicki Minaj, chamando-a por exemplo de “hipócrita e desesperada”.

Com “FEFE”, a rapper conquista sua 93ª entrada na Billboard Hot 100, superando Kanye West. Ela é a mulher que colocou mais músicas na parada de singles norte-americana e também é a rapper feminina com mais entradas no Top 10 (17 ao todo).

01) “In My Feelings” – Drake (-)
02) “I Like It” – Cardi B, Bad Bunny e J Balvin (-)
03) “Girls Like You” – Maroon 5 feat. Cardi B (-)
04) “FEFE” – 6ix9ine, Nicki Minaj e Murda Beatz (lançamento)
05) “Better Now” – Post Malone (7-5)
06) “Nice For What” – Drake (4-6)
07) “Boo’d Up” – Ella Mai (5-7)
08) “Lucid Dreams” – Juice WRLD (6-8)
09) “Psycho” – PostMalone feat. Ty Dolla $ign (-)
10) “Taste” – Tyga feat. Offset (13-10)

Nicki Minaj é chamada de “desesperada e hipócrita” após parceria com rapper condenado por pedofilia

Faltando poucos dias para o lançamento de seu próximo álbum, a rapper Nicki Minaj acabou entrando numa grande polêmica. A cantora vem sendo bastante criticada por sua parceria com o rapper 6ix9ine em “FEFE”. Canção que vem tendo boa audiência no Youtube alcançando mais de 60 milhões de visualizações com apenas seis dias de lançamento. O site da prestigiada revista FORBES publicou uma coluna, criticando amplamente a rapper pela decisão em colaborar com 6ix9ine, que já foi condenado por pedofilia. A coluna assinada por Bryan Rolli chega a chamar Nicki Minaj de “desesperada e hipócrita”.

VEJA TAMBÉM: Offset do Migos é liberado após fiança e aparece em foto com a esposa Cardi B 

De acordo com a coluna da Forbes, “a única explicação para a existência de ‘FEFE’ é que Minaj, agora com 35 anos, fez uma tentativa vergonhosa para se manter relevante. Baseado nos números prévios, parece estar funcionando. A música aparece em 2º lugar no Top 50 do Spotify nos Estados Unidos e a expectativa é que estreie no Top 10 da Billboard Hot 100. (..) Mas é constrangedor e revoltante ver Minaj desperdiçar seus talentos ao lado de um rapper que se declarou culpado pelo uso de uma criança em um ato sexual. (..) é muito distante da Minaj que tuitou em 2012 que ‘pessoas que abusam de crianças deveriam ser apedrejadas até a morte em público’”.

Nos seus comentários sobre a rapper, Bryan Rolli afirma que Nicki Minaj está em um momento importante, porque faltam apenas duas semanas para o lançamento de seu álbum novo, “Queen”, e a artista precisa de um hit. “Ela está claramente sentindo a pressão de entrar em um cenário de rap que parece drasticamente diferente de quando ela lançou seu último álbum, em 2014. Por um lado, Minaj não é mais a rapper feminina símbolo da indústria: ela agora tem que lidar com a mais jovem, mais vibrante e conhecedora do pop Cardi B, que já alcançou dois nº1 na Billboard Hot 100 com seu álbum de estreia, ‘Invasion of Privacy’”, diz o texto.

A coluna afirma que, para continuar relevante no mercado musical, Nicki Minaj precisa ser mais agressiva nas músicas. Mas o que já foi divulgado sobre o álbum “Queen” indica que a rapper esteja fazendo o oposto, e isso já está refletindo nas paradas. Apenas a canção “Chun-Li” conseguiu chegar ao Top 10, e não conseguiu permanecer por muito tempo. O colunista ainda afirma que a nova canção da rapper “FEFE” poderia ser considerada um erro.

“FEFE” é um equívoco: nada poderia ter preparado os ouvintes para o último movimento de Minaj, ‘FEFE’, sua colaboração abominável com o rapper de 22 anos 6ix9ine. (…) Se ela não traçar um plano de ação corretivo em breve, ela pode lançar o ‘Queen’ apenas para descobrir que ainda está sem a coroa” afirmou Bryan Rolli.