Policiais usam música dos Beatles para derrubar lives; entenda!

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Nos Estados Unidos alguns policiais estão usando músicas dos Beatles para fazer com que usuários das redes sociais tenham suas lives derrubadas.

Em Beverly Hills, na Califórnia, alguns policiais estão usando os direitos autorais de músicas para que não sejam filmados em ação, na rua e na delegacia.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

É muito comum as pessoas gravarem os atos policiais, fazendo as famosas lives, onde eles denunciam maus tratos e abuso. E segundo informações da “Vice”, alguns policiais de Beverly Hills tem usado uma tática para evitar essa gravação.

Há alguns dias atrás, Sennett Devermont foi até uma delegacia com o intuito de solicitar imagens da câmera que o policial carrega, pois acreditava que havia recebido uma multa de forma injusta. 

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

Ao tentar conversar, o agente começou a tocar “Santeria”, do Sublime, e simplesmente parou de responder o homem, que estava fazendo uma vídeo ao vivo.

A ideia dos agentes é fazer com que os vídeos sejam derrubados das redes sociais, como o Instagram. Ao colocar a música de fundo, os algoritmos da rede vão notar uma música protegida por direitos autorais e assim, derrubam o vídeo. O usuário pode até ter sua conta suspensa.

Sennett tenta novamente e se encontra com outro policial na parte de fora da delegacia, mas o agente também coloca músicas para tocar em seu celular. O homem que está fazendo uma gravação ao vivo acaba saindo de perto, fazendo com que a tática funcione.

Outro vídeo de um policial diferente, mas usando a mesma tática também foi gravado. Na ocasião, quando o agente percebe que está sendo transmitido uma live, ele pega seu celular e toca a música dos Beatles, a famosa “Yesterday”.

Isso mostra que alguns policiais do departamento de Beverly Hills têm adotado a medida, mesmo com seus superiores anunciando que “Tocar música durante operações não é o ideal”, disseram eles. “Estão sendo analisados“, garantiram sobre os vídeos.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio