Primo de Pharrell Williams é morto pela polícia durante tiroteio

Primo do cantor tinha apenas 25 anos

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O primo de Pharrell Williams, foi morto a tiros pela polícia em Virginia Beach. Donovon Lynch, um homem negro de 25 anos, foi identificado como uma das duas pessoas mortas em três tiroteios na Virgínia na noite de sexta-feira (26). Na segunda-feira (30), Williams revelou que Lynch era seu primo, chamando-o de “uma luz brilhante que sempre apareceu para os outros”.

“A perda dessas vidas é uma tragédia além da medida. Meu primo Donovon foi morto durante o tiroteio”, lamentou Williams, compartilhando uma foto de Lynch. “É fundamental que minha família e as famílias das outras vítimas tenham a transparência, honestidade e justiça que merecem. Virginia Beach é o epítome de esperança e tenacidade e, como uma comunidade, superaremos isso e sairemos ainda mais fortes.”, escreveu Pharrell Williams.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

VEJA TAMBÉM: Anitta é criticada após se gabar de ser rica durante crise do coronavírus

O policial que atirou em Lynch não tinha a câmera de seu corpo ligada, relata a CNN. O policial estava respondendo a vários incidentes de tiroteio na área. Duas pessoas, incluindo Lynch, foram mortas e oito feridas após três incidentes de tiroteio separados.

“O policial estava usando uma câmera corporal, mas por razões desconhecidas neste momento, ela não foi ativada”, disse o chefe de polícia de Virginia Beach, Paul Neudigate, em entrevista coletiva no sábado à noite. “Não tenho as respostas que a comunidade está procurando em relação a essa morte agora.”

Deshayla Harris, que estrelou a 17ª temporada do Bad Girls Club, foi a outra vítima identificada. Ela foi morta a um quarteirão de Lynch em um tiroteio separado.

O chefe Neudigate disse durante a coletiva de imprensa que “foi recuperada uma arma de fogo nas proximidades” de onde ocorreu o tiroteio envolvendo Lynch, rebatendo com as notícias de que Lynch estava desarmado. Na segunda-feira à noite, de acordo com o Washington Post , a polícia relatou que o policial que havia atirado fatalmente em Lynch e outro policial disse que Lynch estava “brandindo uma arma”. Outra testemunha disse às autoridades que Lynch estava com a arma na noite do tiroteio.

O procurador da Commonwealth em Virginia Beach disse à CNN que eles conduzirão sua própria “investigação independente e simultânea” sobre o tiroteio envolvendo o policial.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio