A cantora norte-americana Taylor Swift (FOTO: Reprodução)

Taylor Swift lançou na última semana o álbum mais aclamado de sua carreira, “Folklore”. E uma das músicas que mais chamou atenção do público foi “Exile”, parceria com Bon Iver.

Aaron Dessner, um dos produtores do álbum, contou em entrevista como essa extraordinária – e imprevisível – colaboração veio a acontecer.

VEJA TAMBÉM: Versão acústica de “Daisies” é lançada por Katy Perry

“Taylor escreveu essa com o cantor e compositor William Bowery. Quando me enviou como um memorando de voz, ela cantou tanto as partes masculinas quanto as femininas – tanto quanto ela poderia se encaixar sem perder o fôlego”, disse o produtor.

William Bowery é um dos maiores mistérios que rondam esse álbum, pois há chances de ser alguém que foi creditado usando um nome falso. Aqui no site já falamos anteriormente sobre três possibilidades: O namorado da cantora, o irmão, ou sua amiga Lorde.

Dessner continuou: “Nós conversamos sobre quem ela estava imaginando se juntar a ela na música; e então ela contou que ama a voz de Justin Vernon das bandas Bon Iver e Big Red Machine. Ela estava tipo, ‘Oh meu Deus, eu morreria se ele fizesse isso. Seria tão perfeito'”.

Ele, então, entrou em contato com Justin, mas avisou Taylor: “Tudo depende de ele se sentir inspirado pela música, mas eu sei que ele gosta de você”.

Então, ele contou que após entrar em contato com Vernon, a parceria foi aceita: “E então enviamos para Justin e ele refez as partes masculinas, obviamente, mudou algumas coisas e também adicionou as suas próprias letras. Ele reescreveu parte da ponte e Taylor regravou”.

“Exile” conta com mais de 10 milhões de ouvintes nas plataformas de streaming e é uma das favoritas dos fãs.