Freddie Mercury
O cantor Freddie Mercury (FOTO: Reprodução)

Graham King, o produtor do filme Bohemian Rhapsody revelou como ele e a equipe da cinebiografia resolveram o problema de mostrar a inigualável voz de Freddie Mercury no filme.

Como o vocalista é interpretado por Rami Malek, que não consegue reproduzir a voz de Mercury, a saída foi usar gravações de fitas do grupo, acrescentando alguns vocais adicionais gravados pelo cantor canadense Marc Martel que tem uma voz similar a do vocalista do Queen.

Confira abaixo um vídeo com Marc Martel cantando “Bohemian Rhapsody”:

“Literalmente, você pode fechar os olhos e ouvir Freddie. E isso é uma coisa muito difícil de fazer”, disse o produtor à Rolling Stone sobre os áudios finalizados do filme.

O produtor ainda revela que depois que o co-produtor Denis O’Sullivan encontrou Rami Malik, nenhum outro nome foi seriamente cogitado para o papel. “Eu tinha certeza que ele era o cara. Nunca houve um segundo olhar ou renúncia do nosso lado que esse cara não era Freddie Mercury.”

“Achei que alguém estava brincando comigo. Mas quando falei com Graham percebi que isso poderia ser real. Senti uma enorme excitação… seguida pelo peso extremo e assustador da coisa. Parecia algo que poderia desaparecer em um piscar de olhos” afirmou Rami Malek.

O processo de pesquisa de Malek incluiu trabalhar com profissionais que o ajudasse a compor a parte gestual de Mercury e também os diálogos, além de ter que aprender a falar com dentes protéticos.

“Ele tinha uma verdadeira insegurança sobre isso. Se você assistir a uma entrevista com ele, verá quantas vezes ele está tentando encobrir os dentes com os lábios ou com a mão”, explicou o ator.

VEJA TAMBÉM: “Espero que Joe Jackson encontre redenção no inferno” afirma ex-médico de Michael Jackson

Graham King comentou inclusive a suposta participação do comediante Sacha Baron-Cohen que teria se oferecido para interpretar Freddie Mercury no projeto, mas que depois desistiu por discordar do roteiro.

“Sacha nunca esteve oficialmente ligado a este projeto. Eu nunca pensei que Freddie pudesse ser interpretado por um ator branco. E nunca houve um roteiro onde Freddie Mercury morresse no meio do filme. Nunca” explica.

O produtor também revela que eles sentiam que não havia necessidade de avançar até o momento da morte do vocalista.

“Nós não queríamos fazer um filme ‘dark’. O que nós queríamos fazer era realmente entrar no âmago do Queen, mostrar como eles trabalharam juntos e como eles compuseram essas músicas incríveis” afirma.

Bohemian Rhapsody chegará aos cinemas em 2 de novembro.

Confira o trailer abaixo: