Produtor de Michael Jackson dispara: “Elvis Presley era racista”

Quincy Jones fez a polêmica declaração durante recente entrevista

Publicado em 5/24/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O lendário produtor musical Quincy Jones – conhecido por co-produzir, junto com Michael Jackson, o grandioso álbum “Thriller” – fez uma declaração polêmica: ele afirmou que nunca trabalharia com Elvis Presley, pois o Rei do Rock era racista.

Em entrevista ao The Hollywood Reporter, perguntaram para Jones se teria trabalhado com Presley, ele respondeu: “Eu não trabalharia com ele,” e explicou: “Eu escrevia para [líder da orquestra] Tommy Dorsey, oh Deus, naquela época nos anos 1950. Elvis chegou e Tommy disse: ‘Não quero tocar com ele.’ Ele era um racista filho da – vou calar a boca agora.”

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Quincy Jones (FOTO: Reprodução)

VEJA MAIS: Chocante! Veja as fotos mais raras de Nicki Minaj antes de fama

O antigo produtor de Michael Jackson também falou sobre os protestos anti-racistas nos Estados Unidos após a morte de George Floyd: “Isso acontece há muito tempo, cara. Pessoas viram a cabeça para o outro lado, mas é tudo a mesma coisa para mim – misoginia, racismo. Você precisa ser ensinado a odiar alguém. Não vem naturalmente. A menos que você tenha sido treinado. É um péssimo hábito”, declarou.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio