alok
O produtor e DJ goiano ALOK (FOTO: Divulgação)

Ao G1, o prestigiado DJ e produtor Steve Aoki revelou que está trabalhando em uma música em parceria com Alok. Nesta quarta-feira (dia 13), foi confirmado que o DJ disse ser muito fã do músico brasileiro.

“Estou fazendo uma colaboração com Alok. Você é a primeira a saber, porque não anunciei ainda. Sou muito fã, amo o que ele faz e estou muito animado para lançar essa música”. Steve, porém, não pretende revelar a data de lançamento da canção.

Ainda segundo o G1, o norte-americano também pretende colocar “elementos da música brasileira” na canção, apostando numa sonoridade parecida com a “versão EDM de ‘Baile de Favela’” apresentada durante seu set no Lollapalooza Brasil, que acontecerá no segundo dia do festival, em 6 de abril.

VEJA TAMBÉM: Ariana Grande divulga bastidores de seu clipe onde flerta com um casal

Vale ressaltar que antes do Lollapalooza, Steve Aoki ainda será uma das atrações do Carnaval brasileiro e tocará no Camarote Salvador, no dia 1º de março, e no Oba Festival, na cidade de Votuporanga no dia 2 de março.

Alok se casa aos pés de Cristo Redentor e horário chama a atenção

O casamento do músico goiano Alok aos pés do Cristo Redentor deu início a um horário inédito para cerimônias no local. “A missa começou às 5h30, foi um pedido do Alok”, revelou Padre Omar, que foi a santidade responsável pela cerimônia ocorrida nesta terça-feira (dia 15).

A união do artista com a médica Romana Novais foi mantida em segredo e contou apenas com familiares do casal. Durante a transmissão do programa Bom Dia Rio, um helicóptero da Rede Globo conseguiu registrar a reta final do matrimônio. “É um casal iluminado, um jovem casal muito católico”, revelou o padre.

“A cerimônia tanto pode ser aos pés do monumento ou na Capela de Nossa Senhora da base”, explicou Padre Omar. Vale ressaltar que o santuário localizado no Cristo Redentor também celebra bodas e batizados.

VEJA TAMBÉM: Ariana Grande posta prévia de 7 Rings com vídeo misterioso

Numa entrevista ao G1, o padre optou por não falar em valores. “Não é caro. A gente também pede uma doação ao santuário, o que o Alok fez”, explicou. No ano de 2017, uma cerimônia simples custava cerca de R$ 2,5 mil.

Um dos detalhes que mais chamou a atenção dos internautas, que acompanharam a cobertura do evento no Rio de Janeiro, foi o horário da cerimônia. Muitos dizem que a celebração ocorreu às 5 da manhã, o que gerou muitos comentários dos internautas nas redes sociais.