Produtor musical faz versões brasileiras para “Industry Baby” de Lil Nas X

Produtor musical brasileiro transforma grande hit de rapper em estilos musicais do Brasil

Publicado em 27/09/2021 09:19
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Já pensou em como seria o grande sucesso de Lil Nas X, “Industry Baby” em ritmo de MPB? E de funk? Pois agora você não precisa mais imaginar! O produtor musical brasileiro, Ober (@itsober no Instagram), se encarregou de nos dar este gostinho. Ober publicou em sua rede social um divertido e interessante vídeo mostrando seu talento ao transformar a canção de Lil Nas X em versões ritmizadas em estilos de música popularmente brasileiros.

Confira a publicação:

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Incrível, não é mesmo? O que será que o rapper acharia ao ver sua canção tendo ritmos tão diferentes e culturais? Sabendo como Lil Nas X abraça a diversidade, com certeza amaria!

CONFIRA TAMBÉM: Fãs sobem a hashtag #RespectJimin após maus tratos com Jimin do BTS

Supostas nudes de Lil Nas X ressurgem na web e geram burburinho

Ele pode ser considerado uma das principais revelações dos últimos tempos, no mundo da música, tendo quebrado o recorde de música com mais tempo na liderança da principal parada norte-americana. Agora, o astro do rap Lil Nas X vem tendo que lidar com supostos antigos vídeos íntimos viralizando na web.

O músico tem inúmeras fotos e vídeos circulando pela web, alguns postados pelo próprio. No final de agosto de 2019, um vídeo curto, do qual não se sabe a data, viralizou nas redes sociais, causando grande repercussão entre os fãs do músico. (Veja clicando aqui e clicando também aqui).

Lil Nas X invade top 10 do Spotify Global com ‘Industry Baby’

Nesta sexta-feira (23), Lil Nas X lançou seu single “Industry Baby”. Na letra, ele orgulhosamente um dos trechos, se trata de “I don’t fuck bitches, I’m queer”. Traduzindo, significa: “Eu não faço sexo com vadias, eu sou queer“.

Bom, a faixa mal chegou ao mundo e já conquistou números incríveis. O hit de Nas X e Jack Harlow atingiu o sétimo lugar no Spotify Global, conquistando 4.4 milhões de reproduções em 24 horas.

Nos Estados Unidos o sucesso foi ainda mais estratosférico, a música ficou em segundo lugar da plataforma de streamings, detendo mais de 2.180 milhões de reproduções, ficando atrás apenas de The Kid LAROI e Justin Bieber, com a faixa “Stay”, que detém 2.2 milhões de streams.

Sobre o clipe:

No vídeo, o cantor usa sua arte para reverter quadros racistas. Ele anunciou a contribuição com o “Fundo Bail X”, que juntará doações junto com a organização The Bail Project. A ideia é pagar a fiança de pessoas negras que estão presas por infrações leves.

“A música é a forma como luto pela libertação. É meu ato de resistência. Mas também sei que a verdadeira liberdade requer uma mudança real no funcionamento do sistema de justiça criminal. Começando com fiança em dinheiro.”

“Eu sei a dor que o encarceramento traz para uma família. E eu sei o impacto desproporcional que a fiança em dinheiro tem sobre os negros americanos e a comunidade LGBTQ. Vamos trazer as pessoas para casa e lutar por liberdade e igualdade. Acabar com a fiança em dinheiro é uma das questões de direitos civis mais importantes de nosso tempo.”, disse o cantor.

No Twitter, o rapper ainda falou: “Lil Nas X usa seu vídeo “Industry Baby” com o tema da prisão como uma arrecadação de fundos para o Projeto Bail, que é uma organização sem fins lucrativos que combate o encarceramento em massa.”

Além disso, ele fez questão de ressaltar que é gay. “Eu sinto que isso foi importante, porque eu já sabia que essa música seria muito mais uma música de rap pesado. E eu sabia o tipo de público que iria escutar. Então eu quis dar certeza de quem se tratava, porque muitas pessoas têm dito, ‘Oh, bem, eu gosto da música dele, mas ele é suspeito’. Foi tipo, eu queria dar a certeza para eles que eu sou gay. Este sou eu avançando. Não foi um momento, sabe? Na verdade, não estou tentando garantir que o público que está ouvindo minha música se sinta confortável. Eu vou fazer para mim e não espero que ninguém ame“, disparou ele, em entrevista ao Zane Lowe para a Apple Music.

O americano esbanja originalidade e tem muito orgulho disso. Ele se sente mais livre com sua arte depois que assumiu sua homossexualidade. “Na verdade, sinto-me 100% mais forte. Eu me sinto mais poderoso para ser capaz de entrar no meu eu real e ser eu mesmo nesses álbuns e ainda tê-los estourando com hits e com uma sonoridade tão boa. E sim, sou eu. Realmente. Tipo, eu não gosto de fazer rap sobre a vida de outra pessoa. Como se eu não estivesse cantando sobre a situação de outra pessoa. Como se fosse eu e me sentisse muito melhor sabendo disso, sabe?“, comentou.

CONFIRA TAMBÉM: “Industry Baby”: Lil Nas X lança música produzida por Kanye West

Lil Nas nos faz entender que a vida é feita de fases e que as coisas estão sempre mudando. “Apenas sempre me lembrando de que está tudo bem ter momentos de baixa, tanto quanto está tudo bem ter seus momentos de alta“, disse. “Tem acontecido muitas idas e vindas agora internamente porque estou passando por uma grande transição na minha vida. Estou ficando mais confortável por ser afeminado. Muito mais confortável em sair e namorar pessoas e não me preocupar com o que vai acontecer com a minha carreira se eu gostar de ter uma vida amorosa também e coisas assim“, desabafou o rapper.

“Eu tenho tentado descobrir isso nos últimos dois anos, mas também é tipo muitas vezes, gosto de me auto sabotar nessas coisas, nessas situações e isso está apenas crescendo. Estou tentando crescer e tentando não cometer os mesmos erros da última vez. A vida é uma batalha de ciclos constantes até você acertar em algo“, completa. Entretanto, tudo isso, faz parte de um processo.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio