Caetano Veloso
O cantor e compositor baiano Caetano Veloso (FOTO: Reprodução)

O judiciário censurou uma live de Caetano Veloso em apoio a candidatura de Manuela D’Ávila e Boulos. Entretanto, sem se abalar, o artista se posicionou sobre a proibição.

“Manuela, infelizmente estou proibido de divulgar o show que quero fazer para você e Guilherme Boulos”, disse o astro.

E continuou: “Não queremos fazer showmício. Queremos te ajudar a arrecadar fundos. Confundir isso com showmício é tão absurdo quanto confundir jantar de arrecadação com distribuição de cesta básica”.

A censura se deu após Gustavo Paim (PP) alegar que tratava de um showmício – ato proibido desde 2006.

VEJA TAMBÉM: Billie Eilish e John Legend são confirmados em evento Democrata!

Manuela D’Ávila respondeu, agradecendo: “obrigada, Caetano Veloso e Paula Lavigne! Vocês são especiais demais!”.

Estrelas como Patricia Pillar, Gloria Pires e Marilia Gabriela também comentaram na publicação