paula toller
A cantora carioca Paula Toller (FOTO: Reprodução)

A cantora Paula Toller, ex-vocalista do Kid Abelha, venceu dois processos na Justiça. A artista recentemente moveu uma ação contra o PT (Partido dos Trabalhadores) pelo uso indevido da música “Pintura Íntima” na campanha presidencial de Haddad em 2018.

A faixa, assinada por Paula Toller e Leoni chegou a ser autorizada para uso do partido político pelo músico, mas não por Paula. Por isso, a cantora processou tanto o ex-colega do Kid Abelha quanto o PT pelo uso não autorizado da música.

Paula Toller deverá lucrar R$100 mil reais de indenização do partido e de Fernando Haddad. No ano de 2018, segundo detalhes do processo, o Tribunal Regional Eleitoral determinou a “retirada imediata da obra musical, suspendendo o seu uso na campanha em razão da ausência de autorização”.

Confira a propaganda abaixo:

Paula já tinha vencido uma ação contra Leoni por ele ter dado a autorização ao partido sem consultá-la. O músico fez uma outra versão para poder incluir a faixa no vídeo, sem Paulla saber ou concordar.

VEJA TAMBÉM: MC Gui é acusado de maltratar outra criança com câncer

De acordo com informações da Folha de S.Paulo, Paula Toller deverá receber uma indenização de R$ 50 mil de seu ex-parceiro, de acordo com decisão expedida pela 1ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro. A música, que segue fazendo sucesso após décadas, integrou o álbum de estreia do Kid Abelha, “Seu Espião”, divulgado em fevereiro de 1984.