“Quase matei minha filha”, Kanye West chora em seu primeiro discurso pra presidência

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Uma das figuras mais polêmicas da música, Kanye West, está divulgando sua candidatura para presidente dos Estados Unidos.

Em seu primeiro discurso neste domingo (dia 19), o rapper chorou ao lembrar de certos momentos de sua vida. Ele agradeceu sua mãe, por ter chegado aonde chegou e disse que se não fosse por ela, não teria conseguido. Ele contou que seu pai queria que ela tivesse feito um aborto.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

LEIA TAMBÉM: Beyoncé lança trailer de Black Is King com participação de Jay-Z, Lupita Nyong’o e Naomi Campbell

Segundos após dizer isso, Kanye gritou chorando: “Eu também quase matei minha filha! Eu quase matei minha filha!”

Enquanto as pessoas que estavam presentes no discurso aplaudiam e gritavam que amavam o artista; na internet a recepção foi menos calorosa.

Algumas pessoas estão preocupadas com a saúde mental de Kanye West e afirmaram estarem com medo; outras aconselham o artista a procurar ajuda; e outros criticaram a posição de Kanye em fazer um discurso com convidados em plena pandemia.

O cantor foi um dos grandes apoiadores do governo atual, e em março afirmou que votaria novamente em Donald Trump; mas no último mês disse que havia “rompido” com o republicano, pois estava ali para vencer.

Vale ressaltar que o jornalista Roger Friedman do site Showbiz 411 aponta que Kanye West poderia estar somente usando a discussão em torno de sua candidatura à presidência para promover seu novo álbum que será lançado este mês em homenagem à sua mãe. O disco que se chamará “Donda” será divulgado no próximo dia 24 e sua suposta tracklist está listada logo abaixo.

O que será que o rapper está realmente planejando, hein?

(FOTO: Divulgação)
(FOTO: Divulgação)
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio