O cantor norte-americano Michael Jackson (FOTO: Matthew Rolston)

Thriller‘ de Michael Jackson foi um grande sucesso, além de ser o álbum mais vendido da história. Uma das músicas do projeto, foi Billie Jean, que veio com um videoclipe muito famoso. Mas, a letra causou alguns questionamentos nos fãs, do tipo: quem é Billie Jean?

De acordo com várias fontes, o single de Michael Jackson é baseado em groupies (garotas que perseguem músicos para ter algum tipo de relacionamento), algumas das quais sugeriram que ele era o pai de seus filhos.

Além dos três filhos de Michael, Prince, Paris e Blanket, nenhum outro herdeiro foi confirmado ou reconhecido pelo cantor.

No entanto, no momento em que essa música foi escrita, houve alguns casos em que as pessoas alegaram que tiveram relacionamentos com o cantor.

De acordo com a entrevista de Michael Jackson no The Toronto Star em 1988, ele baseou as letras nas experiências que teve com groupies quando fazia parte do The Jackson 5.

VEJA TAMBÉM: Ex de Biel culpa mãe do cantor por seu comportamento: “Sinto pelo que sua mãe fez com você com apenas 13 anos”

Falando mais sobre isso, Michael disse à MTV em 1996: “Há uma garota chamada Billie Jean, mas não é sobre essa Billie Jean. Billie Jean é meio anônima. Representa muitas garotas. Eles costumavam chamá-las de groupies nos anos 60.

Eles ficavam por trás das portas dos bastidores, e qualquer banda que viesse à cidade elas teriam um relacionamento, e acho que escrevi isso por experiência própria com meus irmãos quando era pequeno. Havia um monte de Billie Jeans por aí. Cada menina alegou que seu filho era parente de um dos meus irmãos.”

Então, acontece que as letras não eram necessariamente experiências dele, mas de seus irmãos, que também foi relatado que levariam garotas de volta aos hotéis enquanto o jovem Michael estava por perto.

De acordo com The Magic and the Madness, de J. Randy Taraborrelli, Billie Jean era sobre uma garota em particular que escreveu cartas para Michael, alegando que ele era o pai de um de seus filhos.

O autor também sugeriu que essas cartas, que foram enviadas a Michael por algum tempo, deram-lhe pesadelos enquanto ela continuava a professar seu amor por ele.

A fã enviou-lhe uma fotografia sua, junto com uma arma e instruções onde ela pedia que ele se matasse ao mesmo tempo que ela, e ela também mataria ‘seu’ bebê.

Ela teria sido enviada para um hospital psiquiátrico, e Michael Jackson não teria respondido à carta, embora ele tenha colocado a foto dela em sua casa.

Embora todas essas experiências possam ter desempenhado um papel, isso não responde quem é a própria Billie Jean. Michael reconheceu a existência de Billie Jean em sua entrevista de 1996, ou assim parece, então alguns fãs se perguntaram se realmente existe uma Billie Jean.

Em 2008, uma mulher que atendia pelo nome de Billie Jean Jackson processou Michael pela custódia de seu filho Blanket, alegando que eles eram casados ​​e que Blanket era seu filho.

A mesma mulher, também conhecida como Lavon Powlis, processou Michael em 1987 por US $ 150 milhões (R$ 760 milhões), alegando que ele era pai de três de seus filhos e não estaria pagando pensão alimentícia.