wanssa
A cantora Wanessa Camargo (FOTO: Reprodução)

O humorista Rafinha Bastos relembrou uma situação delicada que teve com a cantora Wanessa Camargo. Em uma entrevista para o podcast “Flow”, ele voltou à tona um dos momentos de maior repercussão em que apresentava o extinto “CQC”, na Band.

Em um dos episódios ao vivo, Rafinha disse que “comeria Wanessa e o bebê”, quando ela estava grávida. A cantora o processou e os dois enfrentaram uma batalha judicial por anos, que ao final, ela saiu vitoriosa.

O fato é que o humorista é autor de uma das brincadeiras mais repercutidas dos últimos anos, e mesmo com a pressão pública e do processo, Rafinha se negou a pedir desculpas pela piada. Para ele, era um posicionamento importante para o programa e para a comédia. “O que eu fiz não foi só pra mim: eu sentia que era importante para a comédia. Eu tinha que cravar o pé, fincar o pé, e ‘deixa eu tentar fazer vocês entenderem: a piada não necessariamente é o que eu penso’”, disse no podcast.

Rafinha Bastos
Youtuber rafinha bastos (FOTO; Reprodução)

Não venham achar que sou pedófilo. Magno Malta, senador da República, foi para o Congresso falar por 20 minutos que eu era pedófilo e que tínhamos que salvar as crianças do Brasil”, relembrou.

LEIA TAMBÉM: Compositor critica arrogância de Gusttavo Lima após ficar milionário com hit do cantor

Ainda, segundo o comediante, ele chegou a enviar um e-mail para Marcos Buaiz, marido de Wanessa, desculpando-se caso tenha ofendido a família. “O objetivo do sujeito, o marido, era me fod**. Não era tipo ‘não gostei da piada, você me ofendeu’. Era: ‘quero provar poder, mostrar pros meus amigos da rodinha que ninguém fala da minha esposa’. Aí não me ganha, não”, disse Rafinha.

Minha opção de não pedir desculpa, eu tenho orgulho, e finco o pé nisso. (…) Eu mandei e-mail para o Marcos Buaiz: ‘quero que você entenda, que meu objetivo nunca foi ofender você ou sua família. Sou comediante, faço piada. Se de alguma maneira causei transtorno a sua família, eu peço desculpas, mas entendam que estão muito chateados com a repercussão disso aqui, não especificamente com a piada”, revelou.

Wanessa falou sobre o assunto no programa “Pânico” em 2017.

Ainda sobre o humorista, ele revelou que é mentira a história de que ele foi demitido da Band por conta do ocorrido. Na verdade, a produção do “CQC” queria suspendê-lo por duas semanas, para abafar o caso, e ele não aceitou a punição. Ele mesmo pediu para sair.

Eu perdi. Escolhi não ir para esse lado. Quem meteu os rabos entre as pernas e jogou o jogo teve oportunidades que eu não tive. Não também que eu quisesse. Mas tiveram oportunidades de dar uns passos que eu não dei. O Marco Luque está na Globo. Eu não queria. Seria demitido na segunda semana na Globo, mas jogar o jogo fez com que essas pessoas de alguma maneira chegassem a algum lugar”, contou.