Rapaz que acusa Anderson, do Molejo, de estupro, diz que aguarda acareação

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

MC Maylon que acusou o vocalista do Molejo, Anderson Leonardo de estupro irá ficar frente a frente com o cantor.

Segundo informações da Quem, Maylon irá ficar frente a frente com Anderson na 33ª Delegacia Policial, em Realengo, no Rio de Janeiro nos próximos dias.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Essa acareação faz parte do inquérito policial que investiga as acusações de Maylon contra o cantor. “Tudo indica que será por esses dias“, disse o jovem.

O MC também revela estar revoltado com o depoimento feito pelo vocalista do Molejo e a irmã dele, a pedagoga Riane Oliveira. “Eles editaram vídeos meus e disseram que eu estava dançando muito no dia 12 de dezembro, logo após o estupro. Mas eles foram muito sujos porque juntaram dois vídeos diferentes: um do dia 12 de dezembro e outro do dia 30 de janeiro, em que estou com a mesma roupa”, disse o cantor.

VEJA MAIS: Site expõe dossiê sobre supostas traições de Nego do Borel; confira!

(FOTO: Reprodução)
(FOTO: Reprodução)

Ainda segundo a Quem, na última quarta-feira (17), a assessoria da Polícia Civil do Rio de Janeiro não confirmou se haverá acareação. Mas informou que: “O caso está sendo investigado pela 33ª DP (Realengo), que as testemunhas foram ouvidas e os agentes realizam diligências para esclarecer os fatos”, disse o anúncio.

Ivo Peralta, advogado de Anderson e de sua família, afirmou à Quem que as acusações feitas por Maylon não procedem e ainda disse, que o músico não foi intimado para nenhuma acareação com o rapaz.

“A acareação só ocorrerá se o delegado tiver dúvidas a respeito da acusação de estupro. Me parece que as provas são suficientemente precisas para indiciar o Maylon pelo crime de denunciação caluniosa. Esse rapaz está se enrolando cada vez mais. Temos outras testemunhas que asseguram que ele estava lá [dançando no vídeo] no dia 12 de dezembro. Protocolizarei um dossiê com todas as datas e outras provas serão apresentadas à polícia”, disse o advogado.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio