Rapper famoso acusado de falsificação agradece a Donald Trump após sair da prisão

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O rapper Kodak Black, saiu da cadeia na última quarta-feira (20), após o ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump lhe conceder perdão presidencial. Ele estava cumprindo 46 meses de prisão por falsificação de documentos para obter uma arma de fogo. As informações são do RapMais.

No Twitter, Kodak agradeceu ao presidente e seus apoiadores, que incluíam Lil Yachty, Yo Gotti e Lil Pump. “Quero agradecer ao presidente @RealDonaldTrump por seu compromisso com a reforma da justiça e com a redução da minha sentença”, ele tuitou. “Também quero agradecer a todos por seu apoio e amor. Isso significa mais do que vocês jamais saberão. Quero continuar retribuindo, aprendendo e crescendo.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

De acordo com o TMZ, os promotores estão planejando prosseguir “agressivamente” com o caso pendente contra Kodak, que é acusado de estuprar uma mulher de 18 anos em um quarto de hotel após um show de 2016.

VEJA MAIS: Empresário se arrepende de festa na casa de Elba Ramalho: “Pedi desculpas”

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio