Com 10 álbuns de estúdio, 59 singles e 72 compilações, Michael Jackson tem uma discografia enorme e diversa. E por conta dessas músicas, o Rei do Pop já fez muita gente chorar.

A percentagem de canções melancólicas em sua discografia é baixa, no entanto, as poucas canções presentes são absolutamente profundas e bonitas.

Em apuração feita pelo site italiano R3M, a redatora Silva Argento selecionou as cinco canções mais tristes do artista.

VEJA TAMBÉM: Madonna anuncia que o roteiro de sua cinebiografia está pronto!

STRANGER IN MOSCOW
Do vídeo oficial em preto e branco ao cenário, Stranger in Moscow é uma das canções mais tristes e introspectivas de Michael Jackson. O tema principal é certamente a solidão. Chuva e frio são as principais metáforas que nos fazem mergulhar nesta atmosfera triste e até onírica.

LITTLE SUSIE
Esta é talvez a música mais comovente de todo o repertório do cantor. Na verdade, parece inspirado em uma história verdadeira. Conta a história de uma menina que passava por uma situação familiar difícil, com a mãe vendendo drogas e apenas uma irmã para cuidar dela. Quando a mãe morreu, as irmãs foram morar com o avô, que era alcoólatra. A menina teria sido morta pelo avô bêbado. Assim, uma situação atroz é descrita nesta passagem verdadeiramente triste.

SHE’S OUTTA OF MY LIFE
O Rei do Pop costumava encerrar suas apresentações ao vivo dessa música ajoelhando-se e cobrindo o rosto, simulando choro. O tema principal certamente é a saudade e o sofrimento pelo fim de um amor. Apesar de ser a música clássica sobre o fim de uma história, não é nada trivial e ainda hoje nos empolga.

EARTH SONG
A Terra está sendo destruída e arruinada por homens que decidiram não cuidar mais dela. Sabemos que Michael Jackson dedicou várias peças ao planeta, mas esta com seu icônico vídeo oficial é certamente a mais famosa e a que mais impressiona os ouvintes.

GONE TOO SOON
Nessa música Jackson trata de um tema muito importante, uma experiência que todos um dia infelizmente viveremos: a perda de um ente querido. Alguém que partiu cedo demais e de quem sentimos e sentiremos saudades para sempre. É uma das canções mais delicadas da discografia do cantor.