Relação com menor e ameaça de morte: as polêmicas de Eduardo Costa

Publicado em 7/7/2021
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O cantor sertanejo Eduardo Costa é um dos mais polêmicos. Em poucos meses, o cantor foi acusado de perseguição, ameaças de morte, bens bloqueados pela polícia, insinuação de pedofilia e estelionato. As informações são da Rolling Stone.

Uma das piores polêmicas envolvendo o cantor foi durante a live Cabaré, onde ele teve falar extremamente machistas, além de falar muito palavrão, e afirmar que faria sexo pensando na filha recém-nascida de Thaeme.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Confira as piores polêmicas envolvendo o músico em 2020:

Ameaças de morte e perseguição 

Em janeiro do ano passado, Clayton Lemos, dupla de Romário, registrou um boletim de ocorrência contra Eduardo Costa, ex-padrinho musical da dupla, por ameaças. Após desconfiar que Clayton estava se relacionando com Victória Villarim, sua ex-noiva, Eduardo teria contratado um detetive para investigar o amigo.

Poucos dias depois, Victória também denunciou o sertanejo e o irmão Weliton. Segundo a modelo, Weliton teria enviado áudios no WhatsApp dizendo que ele iria matar todos aqueles que estivessem à sua volta. O próprio cantor confirmou que o irmão havia ameaçado Victória em um momento de raiva, mas que já estava arrependido.

Estelionato

Novamente em janeiro do mesmo ano, Eduardo foi acusado de estelionato e a justiça determinou o bloqueio da mansão do cantor avaliada em R$ 9 milhões, localizada na Pampulha, em Belo horizonte.

Segundo o portal G1, o cantor havia trocado uma casa que havia em Capitólio pela casa na Pampulha com um casal. Porém, não avisou que a casa era alvo de duas ações que pediam a demolição parcial do imóvel, já que o terreno está localizado em uma Área de Preservação Ambiental permanente.

Na Justiça, o casal pediu indenização por danos materiais no valor de R$ 8,1 milhões mais R$ 1 milhão de danos morais e uma multa de R$ 900 mil por descumprimento contratual.

VEJA MAIS: RICA! Luísa Sonza revela que novo clipe custou R$ 1 milhão

Insinuação à pedofilia

Janeiro de 2020 foi um mês conturbado para Eduardo Costa. O cantor estava prestes a gravar o novo DVD da carreira, quando declarou em coletiva de imprensa que já havia se relacionado com menores de idade. No mesmo dia, ele resolveu se explicar, disse que isso ocorreu quando tinha 22 anos e que hoje não faria mais algo assim.

Contudo, disse que não enxerga problemas em se relacionar com uma menina de 16 anos, mesmo tendo 40. Brincando disse: “E se eu me apaixonar por uma menina de 16 anos, vou a casa dela, conversar com pai dela e pronto. Quem sabe minha esposa ainda nem nasceu!?”

Problemas no camarim

Sim, novamente em janeiro o nome de Eduardo Costa voltou para as notícias. Uma fã estava aguardando para ser atendida no camarim, porém, não houve o encontro com o cantor.

Revoltada, a mulher acusou o cantor de dar preferência para a entrada no camarim. Em um vídeo publicado nas redes sociais, a fã afirmou que Eduardo só atendeu mulher com “peitões e bundões” e deixa os fãs esperando do lado de fora.

O cantor se pronunciou sobre o caso e disse que não tem controle dos convites para entrar no camarim e que as “gostosas” são convidadas, não fãs. “Elas já estão lá dentro, pois vieram comigo do hotel. Essas moças do lado de fora, as gostosonas”, disse Eduardo.

Live Cabaré

A última polêmica que Eduardo Costa ocorreu no dia 1 de maio, durante a transmissão da live “Cabaré”, em que ele estava acompanhado de Leonardo e que acabou repercutindo muito mal na imprensa e redes sociais.

Durante o show, o cantor falou muito palavrão, fez brincadeiras como apontar uma “semelhança” com a mulher e a galinha, segundo Eduardo “a galinha bota o ovo e a mulher frita ele para nós (os homens)”. Costa disse em um momento que sente uma prostituta por se sentir usado pelas mulheres e que está mais “abandonado que filho de ‘puta’ no Dia dos Pais”.

O cantor também exagerou nos elogios a Leonardo, o chamou de “gostoso” e disse que ele “tem pau grande”. Os comentários de Eduardo foram direcionados para outros artistas também. Ele pediu uma mulher para Wesley Safadão e afirmou que o forrozeiro tinha várias. Importante ressaltar que Wesley é casado com Thyane Dantas há quatro anos. 

Eduardo Costa chamou o cantor Amado Batista de “o único homem rico da música popular brasileira” e “agiota f*dido.  O momento mais repercutido e sério foi a declaração de Eduardo sobre da filha de um ano da cantora Thaeme, dupla de Thiago. O sertanejo disse que que iria “transar pensando no bebê de Thaeme”, pois a criança é bonita e ele faria um filho tão bonito quanto.

Na ocasião, Leonardo aparentou estar visivelmente constrangido com o comentário de só falou: “Gente do céu”.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio