A cantora paulistana Rita Lee (FOTO: Reprodução)

Nesta quarta (26), o “Saia Justa”, homenageou Fernanda Young, lembrando o primeiro ano de sua morte. A escritora e roteirista esteve na primeira formação do programa, ao lado de Marisa Orth, Mônica Waldvogel e Rita Lee, em 2002.

Falando em Rita, a cantora gravou um vídeo em homenagem à amiga de anos: “Fernanda! A gargalhada dela. A inesquecível, a inigualável, a insubstituível, sem dúvida. E conheci a Fernandinha…eu chamava ela de Forévis, por causa do ‘Forever Young’. Eu conheci no piloto do programa Saia Justa. Eu vi aquela figura careca, menina linda, um rosto lindo, tudo lindo e bem vestida. O programa estreou, foi um sucesso. As quatro eram ótimas, Marisa, Monica, Fernanda e eu. O mais louco que acontecia era no camarim. A gente soltava a franga. Era mais engraçado que o programa“.

Fernanda Young fez última aparição pública em julho no lançamento de livro  de Rita Lee - Quem | QUEM News
Fernanda Young ao lado de Rita Lee (FOTO: Reprodução)

VEJA TAMBÉM: Katy Perry dá à luz sua primeira filha, Daisy; saiba mais!

Em uma revelação inusitada, a cantora também disse que Fernanda se dizia filha biológica de Rita Lee: “Sempre quando tinha oportunidade, Fernanda e eu íamos para o jardinzinho da GNT dar um tapinha e agente conversava bastante. Ai um dia Fernandinha chegou assim para mim, séria e falou: ‘você é minha mãe de verdade. Porque a história é o seguinte, você ficou grávida, me teve e te deram alguma substância esquisita para você esquecer que teve filho e eu fui adotada por essa mãe que eu tenho hoje. Ai eu falei: ‘legal e entrei na viagem, mas não poderia ser de outras vidas?’.”

Aí ela olhou sério e falou: ‘vou pensar’. À partir de então ela só me chamava de Maria Helena, que era o nome da mãe que teve ela, não sei se em outra vida ou agora. E ela achava que eu era mãe dela e só me chamava de Maria Helena. Foi uma situação que me deu vontade de ser mãe dela mesmo. Teve uma hora que eu falei: ‘eu acho que eu sou mesmo’”.Saudade”Sinto uma falta louca. Sinto uma vontade de ouvir a gargalhada que ela dava. Sinto vontade de tê-la comigo. É um egoísmo meu porquê sei que ela está num lugar mais fantástico, porque só os anjos estão nesse lugar fantástico. I Love Fernanda. The one and only”, finalizou