gusttavo lima
O cantor mineiro Gusttavo Lima (FOTO: Reprodução)

O cantor Gusttavo Lima foi um dos principais nomes nestes tempos de isolamento social, com lives grandiosas, longas e que com produções impecáveis, marcaram a quarentena de muita gente. Agora, consolidando um grande ano na carreira, apesar de tantas dificuldades, o músico bate um papo exclusivo com o Observatório de Música sobre a atual etapa da carreira, conquistas e ambições.

Na conversa, detalhes do projeto “O Embaixador The Legacy” que foi transformado em DVD nos últimos tempos e também algumas informações de como o artista lidou com a crise. Vale lembrar que Gusttavo foi um dos únicos cantores a não demitir funcionários na pandemia.

Já um outro assunto que chamou atenção de muita gente é que o músico passou a seguir “o rival” Luan Santana no Instagram recentemente, e na conversa com o site, Gusttavo resolveu pôr fim à qualquer rivalidade com o músico com quem dividiu recentemente o palco da final do reality show “O Próximo Número 1 Villa Mix”.

Confira o bate-papo completo abaixo:

1 – Suas lives sempre contam com momentos de humor e simplicidade. Qual é a receita para tamanho sucesso e carinho dos fãs?

O segredo está em exatamente não ter segredo (risos). Nas lives, muitas vezes, nós (artistas) abrimos as nossas casas, compartilhando com o público um pouco da nossa intimidade, tudo bem espontâneo, sem seguir um roteiro e creio que isso foi um fator para que essas transmissões crescessem e caíssem no gosto da do público”.

2- São mais de 11 álbuns lançados (incluindo o CD amarelinho). Você fica ansioso a cada estreia? É detalhista? Como é a sua participação no processo de produção de cada trabalho? E das canções? O que te inspira a escrever? Existe um ritual? Fica isolado, recordando de algum momento?

“Com certeza, fico ansioso. Gosto de acompanhar tudo de perto e participo de cada etapa. Agora, no período de distanciamento social, voltei a compor que era algo que eu não fazia há um tempo… Não tenho um ritual pra isso, basicamente, pego o violão e a inspiração vem”.

3- Qual é a canção escrita por você que mais te emociona? E qual a letra de outro artista que faz você se emocionar? Você é grato por algum hit na sua carreira?

Uma delas, certamente, é “O Inventor dos Amores”, que foi a canção que deu nome ao meu álbum de estreia e abriu minha fase profissional. Sobre letras de outros compositores, é uma questão difícil… Tenho um carinho especial por “10 Anos”, ela lembra bastante a minha irmã, Luciana, por isso, tem um significado especial pra mim. Sou grato demais a cada compositor que envia letras pra gente… Os compositores, com a sensibilidade que possuem, têm um papel fundamental para o nosso trabalho”.

4- Você já chegou a dizer que recusou inicialmente “Balada” (Tchê Tchê Rere), o hit que continua sendo seu maior sucesso internacional especialmente na Europa. Você acha que o sertanejo brasileiro ainda pode ditar tendências em outros países como foi com o sertanejo universitário?

“Balada” chegou pra gente quando o repertório do DVD “Gusttavo Lima & Você” estava praticamente fechado, mas, originalmente, ela era bem diferente e fizemos algumas mudanças para gravá-la. Acredito que a música brasileira pode continuar sim ditando tendências pelo mundo”.

5- Por qual razão decidiu nomear sua empresa (Balada Music) com um dos seus primeiros hits na carreira?

Pelo próprio significado que “Balada” tem pra mim. Essa música foi um divisor de águas na minha trajetória”.

6- Os agenciados Felipe Araújo e Jonas Esticado seguem como dois dos cantores mais ouvidos do país (segundo dados da Connect Mix). Podemos esperar uma edição do Buteco ao vivo com eles assim que a vacina do coronavírus sair?

Antes da pandemia, eles já realizavam shows constantemente nos nossos Butecos pelo Brasil. Com certeza, quando a nossa programação voltar ao normal, eles estarão novamente com a gente, se Deus quiser”.

7- Marília Mendonça publicou no Twitter que você foi o sertanejo que ela mais ouviu neste ano. Podemos esperar algum dia uma nova parceria entre vocês? Gostaria de fazer alguma parceria com uma representante do atual feminejo?

“Fiquei super feliz quando fiquei sabendo disso. A Marília é uma grande artista, além de ser uma pessoa maravilhosa. Tenho um enorme carinho e respeito por ela. Espero que possamos fazer algo juntos muito em breve”.

8- O quanto do “homem do campo” (costumes de alguém que gosta do campo) tem dentro do Gusttavo Lima? Qual o maior sonho do Gusttavo? Alguma parceria internacional dos sonhos?

Sou apaixonado pelo campo. Nasci e cresci na roça.
Sobre sonhos, existem muitas coisas que ainda pretendo realizar”.

9- O que faz nas horas de lazer? Filmes, séries, livros? O que tem feito na quarentena?

Tenho aproveitado o tempo para curtir meus filhos. Eles estão numa fase muito gostosa”.

10- Você já chegou a brincar com referências a Game Of Thrones e Vikings nas redes sociais e em seus projetos. Já assistiu a alguma destas séries? Curtiu?

Sim, já assisti as duas! Curto muito e sou fã demais das duas”.

11- Pela primeira vez você ganhou o prêmio de Melhor Cantor no Prêmio Multishow. O que significa pra você conquistar uma premiação assim em um dos seus melhores momentos da carreira?

Sabemos da importância e da credibilidade que essa premiação carrega, por isso, conquistá-la exatamente neste momento mostra que estamos seguindo uma boa direção”.

12- Como cuida da sua saúde, alimentação, exercícios? O que cada tatuagem representa pra você?

Tenho uma rotina de exercícios e faço acompanhamento com personal.
Sobre as tatuagens, são várias. Se comentar o que cada uma representa, a gente não termina esse bate-papo tão cedo (risos)”.

13- Recentemente fãs perceberam sua movimentação e de seus colegas sertanejos nas redes sociais e em entrevistas. Parcerias com artistas como Luan Santana e Wesley Safadão poderiam sair algum dia?

Por que não, não é mesmo? Os dois são grandes representantes da nossa música e essa é uma sugestão que pode sim ser amadurecida”.

14- O que podemos esperar das suas colaborações com Bruno & Denner e também a aguardada parceria com Zé Felipe?

A música com Bruno & Denner é a “Vingadora”, que lançamos na última semana em todas as plataformas digitais. O Denner Ferrari, inclusive, é um dos compositores. O Bruno é meu sobrinho e estamos apostando na dupla através do nosso escritório, Balada Music, porque acreditamos muito na qualidade e no potencial que os meninos têm”.

“Sobre a parceria com o Zé Felipe, gravamos uma bachata para o projeto dele. No momento, não temos a data que vai sair, mas, o clipe que fizemos vai ficar legal demais! O Zé é um cara que eu adoro”.

15- Quais as dificuldades que um artista enfrenta no Brasil para seguir com seu trabalho que gera centenas de empregos diretos e indiretos? Como você administra sua carreira priorizando esses postos de trabalho? Como você e sua equipe lidaram com a falta de shows?

As dificuldades são diversas, assim como são para qualquer tipo de empresa ou pessoa que busca abrir ou manter o seu próprio negócio e um artista não deixa de ser uma empresa também. Sou grato demais a Deus pelo time que tenho ao meu lado, com profissionais extremamente competentes, de confiança, e que administram toda essa parte pra mim no escritório. São pessoas que estão comigo há anos, cuidam de tudo da melhor forma e me apresentam os resultados. Esse período de pandemia, sem shows, não está sendo fácil, mas, estamos mantendo os nossos colaboradores e torcendo demais para que tudo se normalize o mais rápido possível”.

16- Ser o cantor mais tocado nas rádios pelo terceiro ano consecutivo é a prova axiomática de que sua carreira está consolidada e muito bem administrada?

Acredito que esses resultados refletem o trabalho que tem sido realizado ao longo de todos esses anos. Sempre nos dedicamos ao máximo para conquistar um espaço e, graças a Deus e a cada pessoa que nos acompanha e nos incentiva, temos alcançado boas colocações. Além dos fãs e da equipe do escritório, não poderia deixar de citar e agradecer a cada radialista que toca as minhas músicas. Sem eles, nada disso seria possível.”

17- Após emplacar seu hit “Cem Mil” como a música mais tocada de 2019, o cantor e compositor Tierry vem colhendo os frutos como intérprete por trás do hit “Rita”. O que você acha da bem-humorada letra do “hit da facada” que segue como mais tocado nas rádios do país?

Eu acho legal pra caramba e o Tierry merece todo esse sucesso. Torço muito por ele”.

18- Quando “Apelido Carinhoso” foi lançada você imaginaria que “bebê” viraria um dos maiores bordões na carreira?

Não imaginava não, mas, virou, né?! (risos)”.

(Com a colaboração do jornalista Leandro Lima)